05 Grandes Escritores Negros

Muita gente acha que a maioria dos grandes clássicos são formados por autores brancos europeus. Mas ao contrário do que muitos pensam, temos grandes homens e mulheres que deixaram um legado de excelentes obras literárias e era negros. Eis alguns desses nomes

 Machado de Assis – Brasil (1839-1908)

Todo mundo já sabe que Machado de Assis é um dos maiores autores brasileiros. Mas ainda tem gente que não sabe que ele era afro-descendente. Filho de pai negro e mãe branca, Machado também sofreu certo preconceito pea família da esposa. Apesar do sucesso ainda vivo, ele se tornou muito mais aclamado após suas morte.

 Alexander Pushikin – Rússia (1799 – 1837)

Não estamos falando de qualquer pessoa aqui. O Russo Alexander Pushikin não foi apenas um grande escritor russo: lá ele é considerado o Pai da literatura russa que conhecemos. O avô de Pushikin era um escravo que foi vendido ao imperador russo Pedro, o Grande. No entanto, Pedro se afeiçoou tanto a ele, que não somente deu sua liberade, como também o enviou a França onde se tornou engenheiro militar. o Avô de Pushikin foi o primeiro intelectual negro da europa.

Alexander Pushikin ganhou respeito pelos poemas e peças de teatros que escreveu e mudou a forma como se escrevia na Russia. Ele faleceu após um duelo em São Petersburgo.

 W.E.B Du Bois – EUA (1863-1963)

W.E.B. Du Bois foi um autor prolífico, que publicou mais de vinte livros ao longo de sua vida. Além das publicações acadêmicas, escreveu novelas e poesia. Foi também um ativista ferrenho da justiça social e racial. Formou-se na Universidade de Fisk e posteriormente em Harvard. mais tarde iria até Berlim onde conseguiu o diploma de doutor.

Du Bois publicou mais de 30 livros, entre eles romances, poesias e estudos sobre racismo e sociologia.

 Phillys Wheatley – Africa Ocidental e EUA (1753-1784)

A história de Phillys já vale um livro: ela nasceu na África e foi vendida como escrava, sendo levada aos Estados Unidos entre os 7 e 8 anos de idade. Comprada pelos Wheatley em Boston, a família a ensinou a ler e escrever. Mais tarde, descobriram que Phillys tinha talento para poesia e passaram a incentivar seu dom.

Ela escreveu diversas poesias e a família lutou para que fossem publicados, chegando a leva-la à Londres, onde conseguiu apoio para publicar um de seus livros. Suas obras foram elogiadas por George Washington na época de sua publicação. Phillys só se tornou livre após a morte de seu mestre, que determinou em seu testamento a alforria da poetisa.

 Lima Barreto – Brasil (1881-1922)

Filho de um tipógrafo e uma professora, ambos de descendencia negra, Lima começou a escrever em revistas e tirou do próprio bolso o dinheiro para publicar Triste Fim de Policarpo Quaresma. Foi somente após sua morte, graças ao esforço do Biográfo Fancisco de Assis Barbosa, que os demais livrosd e Lima Barreto foram lançados e descobertos pelo grande publico. Entre as várias obras estão Clara dos Anjos, Bruzundangas, Cemitério dos vivos entre outras obras. Hoje Lima Barreto é considerado um dos grandes escritores brasileiros e já possui obras traduzidas para o inglês.

Se você deseja conhecer mais escritores negros, a Sarah está fazendo um desafio literário somente com escritoras negras, Você pode conferir clicando aqui.

Você conhece mais um grande escritor que era afro descendente? Conte pra gente nos comentários.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.