Eva Luna

Eva Luna foi o último livro lido no desafio literário de 2017. Considero que foi um fechamento com chave de outro, pois trata-se de um livro muito especial. Eva Luna é uma novela, narrada em primeira pessoa. Eva é a protagonista e narradora de sua própria história e nada mais significativo para terminar uma lista de leituras de obras escritas por mulheres, onde as principais personagens são mulheres. Somos mais que capazes que contar nossa própria história e isso é lindo! Continuar lendo “Eva Luna”

Desafio Literário 2017: dezembro – Isabel Allende

Chegamos ao último livro do desafio literário 2017. Nem acredito nisso. Tenho muitas coisas a dizer sobre esse desafio, mas em breve vou escrever um post especificamente sobre o assunto, vamos nos focar na última leitura por enquanto. A leitura de dezembro foi Eva Luna, da escritora Isabel Allende. Como sempre, antes de falar sobre o livro, quero contar para vocês o motivo de ter feito essa escolha para a lista do desafio.

Isabel Allende, para mim, foi amor à primeira leitura. Há anos tinha o livro A Casa dos Espíritos em minha lista de “próximas leituras”, aquelas próximas que nunca chegam, sabem? Até que em 2015, finalmente, li esse best-seller e amei. Na empolgação, decidi que precisava ler outro livro dela e por isso a coloquei na minha lista. A escolha do livro foi um pouco difícil, Isabel Allende já tem muitas publicações. O critério foi escolher, entre as sinopses, aquela que mais me chamasse atenção, que, no caso, foi Eva Luna. Sem dúvida foi uma das minhas melhores escolhas literárias de 2017, que livro tão especial! Continuar lendo “Desafio Literário 2017: dezembro – Isabel Allende”

Ciranda de Pedra

Se alguém me perguntasse sobre o que é o livro Ciranda de Pedra, de maneira bem resumida eu diria que é um livro sobre identidade, a busca de uma pessoa em ser alguém que faça sentido no mundo contraditório em que vive e diria ainda que é impossível não se identificar com essa história.

Li Ciranda de Pedra há muitos anos, ainda era adolescente. Me lembro que na época foi um livro que me impactou, mas depois de tanto tempo, não conseguia recordar o motivo desse impacto, não conseguia sequer recordar o final do livro, foi aí que decidi fazer essa releitura. Continuar lendo “Ciranda de Pedra”

Desafio Literário 2017 – novembro: Lygia Fagundes Telles

Continuando a falar sobre o desafio literário de 2017 (falta pouco para acabar, em breve falarei sobre o primeiro livro lido do desafio de 2018), vamos para o livro de novembro, que foi Ciranda de Pedra, da Lygia Fagundes Telles. Como sempre, antes de contar minhas impressões da leitura, quero contar o motivo da minha escolha.

Escolhi Lygia Fagundes Telles porque pouco tempo antes de montar essa lista havia lido um livro de contos escritos por ela e a empolgação ainda não tinha passado. Continuar lendo “Desafio Literário 2017 – novembro: Lygia Fagundes Telles”

Não sou eu uma mulher?

[…] “Não sou eu uma mulher?” – mote do discurso feito por Sojouner Truth em uma convenção de mulheres em Akron, Ohio, em 1851 – continua sendo uma das mais citadas palavras de ordem do movimento de mulheres do século XIX. Sozinha, Sojourner Truth salvou o encontro de mulheres de Akron das zombarias disruptivas promovidas por homens hostis ao evento. De todas as mulheres que … Continuar lendo Não sou eu uma mulher?

Desafio Literário 2017: Outubro – Bell Hooks

Estamos quase chegando ao final do desafio literário de 2017. Em breve darei início ao de 2018, mas como já comentei com vocês, acho necessário finalizar o desafio do ano passado, depois que precisei dar uma pausa nas publicações. O objetivo ao ler apenas livros escritos por mulheres também foi também incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo, portanto, aqui estou. Não sou eu uma … Continuar lendo Desafio Literário 2017: Outubro – Bell Hooks