Desafio Literário 2018: março – Antología de Mujeres Poetas Afrocolombianas

Oi, pessoas!

Aqui estou, bastante atrasada, para falar sobre a leitura de março do meu desafio literário desse ano. Não gostaria de estar tão atrasada com essas publicações, mas escrever não é uma das coisas mais rápidas a se fazer e às vezes outros assuntos mais urgentes vão entrando na frente. Estou em dia com a leitura dos livros, o atraso é só com os textos, então, já que estamos na metade do ano, resolvi colocar isso em ordem. Pois vamos lá, sem enrolar mais.

No mês de março li Antología de mujeres poetas afrocolombianas. Em geral, costumo dividir meus comentários sobre a leitura em duas partes: a primeira sobre a escolha do livro e autora, a segunda sobre o livro em si. Porém, como são muitas escritoras reunidas em uma obra, dessa vez só haverá um texto. A ideia é fazer um comentário geral sobre o livro, contando minhas impressões sobre ele. Continuar lendo “Desafio Literário 2018: março – Antología de Mujeres Poetas Afrocolombianas”

Eva Luna

Eva Luna foi o último livro lido no desafio literário de 2017. Considero que foi um fechamento com chave de outro, pois trata-se de um livro muito especial. Eva Luna é uma novela, narrada em primeira pessoa. Eva é a protagonista e narradora de sua própria história e nada mais significativo para terminar uma lista de leituras de obras escritas por mulheres, onde as principais personagens são mulheres. Somos mais que capazes que contar nossa própria história e isso é lindo! Continuar lendo “Eva Luna”

Desafio Literário 2017: dezembro – Isabel Allende

Chegamos ao último livro do desafio literário 2017. Nem acredito nisso. Tenho muitas coisas a dizer sobre esse desafio, mas em breve vou escrever um post especificamente sobre o assunto, vamos nos focar na última leitura por enquanto. A leitura de dezembro foi Eva Luna, da escritora Isabel Allende. Como sempre, antes de falar sobre o livro, quero contar para vocês o motivo de ter feito essa escolha para a lista do desafio.

Isabel Allende, para mim, foi amor à primeira leitura. Há anos tinha o livro A Casa dos Espíritos em minha lista de “próximas leituras”, aquelas próximas que nunca chegam, sabem? Até que em 2015, finalmente, li esse best-seller e amei. Na empolgação, decidi que precisava ler outro livro dela e por isso a coloquei na minha lista. A escolha do livro foi um pouco difícil, Isabel Allende já tem muitas publicações. O critério foi escolher, entre as sinopses, aquela que mais me chamasse atenção, que, no caso, foi Eva Luna. Sem dúvida foi uma das minhas melhores escolhas literárias de 2017, que livro tão especial! Continuar lendo “Desafio Literário 2017: dezembro – Isabel Allende”

Novelas y cuadros de la vida suramericana

Como prometido, volto para comentar sobre os livros lidos no desafio literário de 2017. Infelizmente precisei fazer uma pausa nas publicações no ano passado e, por isso, com atraso, retomo os comentários desde onde parei. A última publicação havia sido sobre a escritora de agosto, Soledad Acosta de Samper. Fiz uma breve apresentação dela e contei para vocês o motivo de a ter escolhido para … Continuar lendo Novelas y cuadros de la vida suramericana

Desafio Literário 2017 – agosto: Soledad Acosta de Samper

A leitura de agosto do meu Desafio Literário: 12 livros escritos por mulheres para 2017 foi realmente desafiadora. Primeiramente, porque não foi muito fácil escolher a autora.  Em segundo lugar porque tive acesso apenas ao formato digital do livro escolhido e, digamos, esse não é meu modo preferido de ler. Mas venci o desafio com sucesso e quero contar como foi. Como sempre, antes de falar do … Continuar lendo Desafio Literário 2017 – agosto: Soledad Acosta de Samper

A Casa dos Espíritos (livro)

a_casa_dos_espiritosTentei começar esse texto várias vezes tentando ser um pouco imparcial, se posso dizer assim, e fazer apenas uma resenha, mas não consegui. Gostei tanto desse livro que só tenho elogios para ele e acho que por isso esse texto vai ser meio que uma tentativa de encorajar vocês a lerem também.

Para quem ainda não leu e/ou não tem ideia sobre o que trata o livro, quero oferecer um pequeno resumo. É um romance da escritora chilena Isabel Allende que conta a história de uma família, a família Trueba. É interessante perceber que essa história se confunde com uma parte da história do Chile, que aparece no livro como um contexto para narrar a vida e o desenvolvimento das personagens, mas ao mesmo tempo é indissociável dessa narrativa. No livro há quatro personagens principais: Esteban Trueba, que é o patriarca da família, um latifundiário que depois se torna senador; Clara, a clarividente, uma mulher sensitiva que pode conversar com os espíritos; Blanca, a filha de Clara; e Alba, a filha de Blanca. São três gerações de mulheres com personalidades diferentes, mas com histórias de vida muito marcantes que ao final praticamente se tornam uma só. O período abordado no livro é bem abrangente, do início do século XX até o golpe militar no Chile, em 1973, que é o contexto do final do livro, mas também é o ápice, é onde todas as histórias se unem. No livro temos uma narradora principal, que é Alba, e um narrador que aparece em alguns momentos, que é Esteban Trueba. Podemos dizer que Clara também é uma narradora, porque Alba conta a história que está nos diários de sua avó. Continuar lendo “A Casa dos Espíritos (livro)”