A Invenção de Morel

A invenção de Morel foi o primeiro livro escrito pelo argentino Adolfo Bioy Casares. Publicado em 1940 e aclamado pelo publico e pela crítica - a invenção de morel está na lista dos 100 melhores livros do sec XX feito pela folha de São Paulo. A invenção de Morel é um livro pequeno. Uma história fantástica que prende o leitor do inicio ao fim e nos faz pensar se aquilo pode

Jorge Luis Borges: Literatura, Tango e Doce de Leite

O argentino Jorge Luis Borges Acevedo foi um escritor latino-americano com destaque em tradução e produção de ensaios e críticas literárias.  O início de tudo Ele nasceu em Buenos Aires, no ano de 1899. Filho de um escritor e professor de Psicologia e uma argentina conservadora. Borges viveu com eles até os 50 anos de idade, indo posteriormente morar na Suíça e na Espanha. Nessa época, adquiriu cegueira e sua

Roberto Bolaño: O Escritor Chileno Infrarrealista

Bolaño, que já foi considerado o melhor autor latino-americano, criou também o Infrarrealismo. Quem foi esse autor e como era esse movimento? O começo da jornada do autodidata Roberto Bolaño Ávalos nasceu em 1953, na capital do Chile, Santiago. Na sua infância, sua aparência era a de um menino franzino, viciado em leitura e ansioso. Com 15 anos resolve parar de estudar para começar uma carreira literária. Nos anos 70,
neruda_Archivo Histórico del Ministerio de Relaciones Exteriores de Chile

Pablo Neruda: Político ou Desaventurado?

O autor escrevia de forma tocante e lírica. Mas, pessoalmente, vivia envolvido com política e outras polêmicas. Conheça agora esse lado de Neruda. Conhecendo o poeta Ele nasceu no ano de 1904, no Chile. Tragicamente, sua mãe morreu dois meses após o seu nascimento. Aos 10 anos de idade, ele compôs seu primeiro poema, mas o seu pai era contra a carreira literária. Felizmente, ele contava com o apoio de

Desafio Literário: 06 livros escritos por mulheres latino-americanas para 2019

Olá, pessoas! Aqui estou eu, com um novo desafio literário. Pensei várias vezes antes de fazer uma lista para 2019. Não é por ter desanimado com as leituras, nada disso, mas é por medo de assumir um compromisso comigo mesma e com o blog que talvez não conseguisse cumprir, como foi em 2018, e isso é meio frustrante. Mas estou 100% comprometida com minha meta de ler apenas livros escritos

Cartas para a minha mãe

Oi, pessoas! Estou de volta hoje para, finalmente, falar sobre Cartas Para a Minha Mãe, da escritora Teresa Cárdenas. Foi a leitura de julho do meu desafio literário: 12 livros escritos por mulheres negras para 2018. Já havia comentado sobre a escritora aqui e hoje volto para contar minhas impressões sobre sua obra. Sei que estou atrasada com o desafio literário desse ano e peço desculpas aos leitores do Beco