Fernando Pessoa e suas matizes literárias

Figura icônica da literatura portuguesa, Fernando Pessoa se trata de vários autores em um. Explore as personalidades do escritor icônico modernista. Vida pessoal e pseudônimos Fernando Antônio Nogueira Pessoa nasceu em Lisboa, em 1888. Morava com os pais, uma avó e duas criadas. Quando completou cinco anos de idade, seu pai faleceu de tuberculose. No ano seguinte, seu irmão mais novo falecia também com apenas … Continuar lendo Fernando Pessoa e suas matizes literárias

Anúncios

Amor pelos Clássicos da Literatura – Parte 1

Hoje em dia são inúmeros os sites e  blogues sobre livros por aí. Enquanto a maioria fala de seu amor por livros que estão nas listas de mais vendidos ou os autores atuais mais badalados, sinto que sigo o sentido contrário a essa corrente.

Talvez seja porque comecei a ler muito cedo, mas de uma década e meia tenho mais interesse por clássicos que qualquer outro livro. Por muitos anos, devido à grande demanda de editoras e do trabalho como livreira, acabei dedicando mais tempo aos livros de autores mais recentes. Mas sempre separava um tempinho para ler pelo menos um ou dois livros que desejava muito ler.

Foi assim, entre diversas leituras contempôraneas que li Os Irmãos Karamázovi, Anna Karienina, Os Miseráveis e tantas outras grandes obras (tanto de tamanho, páginas e riqueza). Hoje percebo que desejar ler essas obras não foi o acaso, mas sim a evolução do hábito. Continuar lendo “Amor pelos Clássicos da Literatura – Parte 1”

Emma – Jane Austen

emma-livroEmma foi meu segundo livro do desafio literário de 2017. Eu li com um pouco de dificuldade e devo dizer que fiquei aliviada em terminar a leitura. Fãs da Jane Austen, não me odeiem! Continuem a leitura para conhecer minhas impressões sobre o livro.

A escolha de Emma para a minha lista de livros desse ano não foi aleatória. Eu tinha a intenção de incluir uma escritora clássica e Jane Austen apareceu como minha primeira opção nesse sentido. Primeiro, porque o único livro que eu havia lido dela até hoje era Orgulho e Preconceito. Eu queria ler outra obra. Segundo, porque minha irmã é praticamente fã de carteirinha da Jane Austen, ela tem todos os livros (Emma eu peguei emprestado da biblioteca dela), sempre elogia as histórias da autora e isso, de certa maneira me influenciou. Terceiro, porque todos os comentários que li sobre o livro apontavam uma protagonista diferente das demais heroínas da Jane Austen, as quais dependem de um “bom casamento” para garantir seu futuro. Segundo as críticas, Emma era a mais independente das personagens e isso chamou minha atenção. Continuar lendo “Emma – Jane Austen”