Gabriel García-Márquez – Vida e Obra

Gabriel García-Márquez (1927-2014) foi um romancista colombiano estando entre os maiores escritores do século passado na literatura latino-americana. Era conhecido afetuosamente como Gabo, e reconhecido por seu estilo literário de combinar elementos mágicos e sobrenaturais sem esforço com o ambiente natural e normal. Sua habilidade como escritor estava no fato de que suas obras não só atraíam os leitores comuns, mas também recebiam muitos elogios da … Continuar lendo Gabriel García-Márquez – Vida e Obra

Shakespeare and Company – A Charmosa Livraria Parisiense

Quando Sylvia Beach abriu uma pequena livraria em Paris talvez não sabia que seria um sucesso mundial. Com a proposta de vender e emprestar livros em inglês em um país de língua francesa, a americana conquistou seu espaço e se tornou sensação após alguns anos.

Sem glamour de estantes bem produzidas e grandes espaços, a Shakespeare and Company chama a atenção pela diversidade de obras e manter um apoio constante a jovens escritores, sejam eles iniciantes ou reconhecidos mundialmente.

Um dos momentos de maior sucesso aconteceu na década de 20, quando os clientes mais assíduos da livraria eram também, os autores mais famosos da época. Continuar lendo “Shakespeare and Company – A Charmosa Livraria Parisiense”

Brasil Mitológico

Para além de Monteiro Lobato: Uma leitura de Raízes de Vento e Sangue de Lauro Kociuba

Não sou muito ligada a livros de fantasia fantástica brasileiros. Muito, porque fui condicionada a interagir mais com as mitologias estrangeiras (quem não foi?). São milhares de vertentes que descrevem épocas, costumes e, por que não, interações sociais de povos muito muito distantes daqui como, por exemplo, os escandinavos, chineses, mongóis, japoneses, germânicos e por aí vai. Em que estante habita a identidade cultural brasileira? Continuar lendo “Brasil Mitológico”

501 Grandes Escritores

501-grandesHá alguns anos atrás a editora Sextante lançou o livro 501 Grandes Escritores. Uma pequena lista dos melhores escritores de todos os tempos, aqueles que fizeram nome e grandes obras literárias. O livro é organizado por ano, e vai de Homero até os dias atuais. São autores de diversos países, concepções literárias desde romance até policial e filosofia.

A obra é ótima como referência para aqueles que gostam de literatura e querem conhecer um pouco mais dos seus autores preferidos, aqueles que querem descobrir novos autores ou até estudantes que precisam de uma melhor referência bibliográfica para seus trabalhos.

Cada autor tem sua biografia, data de nascimento, gênero literário que se enquadra, curiosidades e lista das principais obras literárias (quer elas estejam publicadas em português ou não). Continuar lendo “501 Grandes Escritores”

A Abadia de Northanger

imagesJane Austen é bem conhecida no mundo literário, principalmente pelas moças que suspiram pelos seus atraentes mocinhos. Porém, não são todos que conhecem uma de suas mais interessantes obras: A Abadia de Northanger.

Enquanto seus outros livros discutiam características dos relacionamentos sociais, este vai além e literalmente brinca com o tipo de literatura em voga na época: o romance gótico.

Desde seu inicio o livro faz uma paródia desses romances obscuros, com mocinhas indefesas, vilões asquerosos e heróis determinados. Só que, como essa é uma história da Austen, percebemos aos poucos que o principal vilão é na verdade, a falta de bom senso. Continuar lendo “A Abadia de Northanger”

Três Contos

downloadEsse foi meu primeiro Flaubert. Sempre quis ler algo dele, mas com tantos livros acabava postergando. A Obra Tres Contos, lancada pela falecida Cosac Naify, relata momentos diferentes da historia.

A primeira historia conta a simplicidade e solitaria vida de uma empregada domestica no interior da Franca, que mesmo trabalhando para a mesma familia durante quase toda vida, ve as pessoas irem e virem na mesma casa. Em uma epoca onde a doenca era mais forte e tirava vidas com mais facilidade que atualmente e as escolas boas serem longiquas, o sofrimento pela solidao e perda era algo recorrente e o apego a familia que se trabalha muito mais forte. Continuar lendo “Três Contos”