Publicado em Literatura

A Imaginação Econômica

De todas as ciências desenvolvidas pela humanidade ao longo dos tempos, a ciência econômica talvez seja a que menos tenha a sua importância reconhecida e a sua influência percebida no processo do desenvolvimento social e individual do ser humano. Isso acontece provavelmente porque não conhecemos a história e a trajetória da Economia, e nos proporcionar esse conhecimento sobre a evolução histórica da Economia é o que Sylvia Nasar faz em “A Imaginação Econômica- Gênios que criaram a Economia moderna e mudaram a História” da Editora Companhia das Letras.Neste livro ela nos apresenta ao lado vibrante, humano, dinâmico e intelectual que a enconomia também tem, nos mostrando como ela foi e ainda é importante para o bem- estar e para o progresso humano.

Ao lermos os cadernos de economia com seus enigmáticos indicadores econômicos, cotações e termos técnicos temos facilmente a  impressão que a economia está à margem ou acima do cotidiano e da vida das pessoas comuns, sendo uma área interessante, relevante e compreensível apenas para economistas, investidores , e profissionais da área. No entanto a economia está intimamente ligada aos aspectos mais relevantes  da vida de todos nós.Do preço do mais banal dos produtos que consumimos aos motivos que levam nações a travarem suas guerras, a Economia está por trás de diversas ações e desdobramentos que acarretaram  e ainda acarretam consequências importantes em nossas vidas individualmente ou como nação.

Normalmente não nos damos conta do quanto ela precisou e precisa evoluir assim como ocorre com os outros campos do saber. Sylvia Nasar nos mostra que a economia tem uma história e que ela está em constante evolução. Através da narrativa a autora revela para algumas pessoas, como eu, que a Economia não é uma ciência puramente matemática na qual imperam apenas os números, taxas, fórmulas e etc., mas na Economia as idéias, as filosofias, assim como as ideias de pensadores vigorosos e corajosos, também são fatores que estiveram presentes e que se mostraram fundamentais para a realização de muitas mudanças históricas e sociais.

Conceitos como melhoria de renda e de condição de vida e trabalho, que atualmente constituem direitos e garantias políticas para grande parte do cidadãos do mundo, foram coisas impensáveis no passado do homem. Durante muito tempo a humanidade viveu em grande pobreza e o mais pobre de nós hoje, ainda vive melhor do que boa parte das pessoas viveu alguns séculos atrás.A ideia de que a vontade e a intervenção humana  são a causa  principal para a que haja a transformação e progresso econômico do indivíduo e da humanidade como um todo não era no passado uma conclusão lógica como o é para nós hoje.

Durante boa parte de sua história o ser humano em sua maioria viveu na pobreza de modo resignado e  fatalista, acreditando que a natureza e a vontade divina é que haviam selado seu destino de pobreza e privação. Sendo assim por muito tempo se acreditou que a condição econômica e social da humanidade era determinada por vontades e circunstâncias externas e não principalmente pelo homem, que até então pensava ter um papel secundário em seu próprio progresso.

Essa mudança de mentalidade foi progressiva e decisiva na história da humanidade. Assim como a Medicina, a Astronomia, a Física e outras ciências, a Economia também  teve seu expoentes. Alguns homens e mulheres brilhantes como  Alfred Marshall, Keynes, Beatrice Webb, Irving Fisher, Schumpeter entre muitos outros cujas vidas e ideias são descortinadas no livro, foram agentes responsáveis pelo início e desenvolvimento dessa mudança. Eles contribuíram de algum modo para a composição e a evolução do pensamento econômico. Para eles a Economia era um instrumento poderoso para promoção de mudança e melhorias nas condições de vida de pessoas e povos.

O livro de Sylvia é denso em todos os aspectos: são mais de 500 páginas e muitos conceitos e termos que para pessoas leigas como eu, se mostraram um pouco difíceis de acompanhar em alguns momentos.No entanto, de modo geral o livro é bem didático e fácil de ler.É uma leitura obrigatória tanto para os que estudam  como para aqueles que como eu, apenas se interessam pelo assunto. Ao terminar de ler o livro de Sylvia Nasar sinto que o grande mérito dele é dar a Economia o destaque que ela merece e teve para o progresso da humanidade desfazendo totalmente a impressão de ciência rígida e monótona que muitas pessoas por desconhecimento atribuem à Economia. Para muitos de nós uma descoberta no campo econômico não tem a princípio a mesma importância que uma descoberta na medicina, por exemplo. Basta ler “ A Imaginação Econômica” para mudar de ideia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s