Home>Cultura>Música>Manoel Cordeiro lança álbum Levadas de Festa no Sesc Pompeia

Manoel Cordeiro lança álbum Levadas de Festa no Sesc Pompeia

Shows de lançamento acontecem nos dias 14 e 15 de julho na capital paulista e em Araraquara, interior do estado

 

São Paulo, julho de 2022 – “Um disco festivo, feito para celebrar a vocação brasileira para o movimento do corpo e os ritmos dançantes”. Assim Manoel Cordeiro, compositor e multi-instrumentista paraense, produtor de aproximadamente 800 discos, define a concepção de seu novo álbum instrumental, Levadas de Festa, o quarto disco autoral de sua carreira.

A obra é fruto de uma parceria consolidada em 2021 entre o ícone da guitarra amazônica e o produtor musical e multi-instrumentista carioca Alexandre Kassin (Orquestra Imperial), o baterista pernambucano Pupillo (ex-Nação Zumbi) e o trombonista, também carioca, Marlon Sette, a partir de um convite feito pelo Selo Sesc para o projeto Não Repare a Bagunça.

Com tratamento técnico apurado, o disco instrumental reúne músicos de diferentes vertentes para expressar a rica diversidade cultural, rítmica e festiva brasileiras por meio de fusões inusitadas entre levadas regionais e sonoridades mais sofisticadas, como o encontro entre o maracatu e a bossa nova, mas sem perder de vista os componentes gregários da dança e do afeto: “Se você quiser prestar atenção em algo muito elaborado, tem. Mas se você quiser baixar a guarda, tomar sua cerveja e dançar, também tá tudo certo”, conclui Manoel.

Levadas de Festa apresenta dez composições inéditas, além de “Mambo Bragantino”, faixa lançada como single em 22 de junho. Nove delas são da autoria de Manoel, uma de Alexandre Kassin e outra de Marlon Sette. Reunidos no Estúdio Gargolândia, em Alambari, interior de São Paulo, os quatro músicos gestaram o disco em pouco menos de uma semana, no mês de outubro de 2021. A faixa que dá título ao álbum, inclusive, nasceu de uma jam session improvisada ao término das gravações, estimulada por Manoel Cordeiro.

“Frevo e maracatu de Pernambuco; rock e samba do Rio de Janeiro; carimbó e brega do Pará. Nós fizemos uma reunião de músicos vindos desses três estados que bancam grande parte das manifestações festivas do Brasil. Pupillo, com todo o conteúdo histórico que traz, a coisa do Mangue Beat e Chico Science, e todo esse sentimento popular, sem deixar de lado a sutileza elegante e as levadas suingadas. Marlon Sette também, com sua sonoridade popular, advinda da gafieira do Rio de Janeiro, e ao mesmo tempo requintada pela longa experiência musical. E Kassin, que me chamou muito a atenção pela forma moderna de conduzir a execução do contrabaixo. Então esse disco tem esse espírito festivo, de comunhão e celebração da vida para esse momento que estamos todos vivendo”, explica Manoel Cordeiro.

A respeito da consolidação da parceria e das trocas inter-regionais, o baterista Pupillo comenta: “Acredito que minha relação e parceria com o sr. Manoel seja de alguma forma determinada pela relação que há entre as cidades de Recife e Belém. Recife está na rota dos artistas do Pará. Seja Pinduca ou a banda Calypso, todos eles passaram por Recife ou fixaram residência lá em algum momento. Então, encontrar com o sr. Manoel nos deu a oportunidade de irmos descobrindo muitas coisas em comum musicalmente, a ponto de ser possível trabalharmos quase que sem um briefing prévio. O briefing é a experiência que cada um traz em sua música. A música é uma arte muito generosa nesse aspecto, ela não impõe nenhum padrão.”

Em formato digital, o álbum “Levadas de Festa” estará disponível a partir de 1° de julho nas principais plataformas de streaming e também no Sesc Digital. O lançamento será celebrado com dois shows na capital paulista e interior do estadodia 14 de julho no Sesc Pompeia e 15 de julho no Sesc Araraquara.

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta