Hodges Figgis – A livraria mais antiga e famosa de Dublin

Uma das mais antigas livrarias da europa, e  a mais antiga de Dublin, Hodges Figgis mantém seu espaço e sua qualidade há 250 anos, chegando a ser mencionada em grandes obras da literatura.

Historia

Hodges Figgis foi criada em 1768 por John Milliken em um local perto da Christ Church (uma das igrejas históricas de Dublin). Em 1797 ela se mudou para a região da Grafton Street, onde onde hoje é Brown Thomas. De acordo com os herdeiros, a livraria foi criada em um momento em que a Irlanda era um país pobre. A vendas que a mantinha aberta vinha de clientes prostetantes ricos (época em que eram colônia da Inglaterra), e por muito tempo foi o que a manteve viva. Mas quando a Irlanda prosperou, a livraria também se fortaleceu.

A família Milliken era fiel a coroa britânica, e isso pode ter ajudado a manter a livraria. Para isso eles vendiam publicações referentes ao parlamento britânico e de apoio a coroa. Mas o bisneto de John passou a ter problemas financeiros e vendeu a livraria. Foi ai que ela mudou de nome pela primeira vez, se tornando Hodges and Co.

John Hodges era livreiro na Trinity College e comprou a livraira. Com sua morte em 1853, seu parceiro de negócios inseriu o seu sobrenome, Foster, chamando a livraria de Hodges Foster& Co, e permaneceu até se aposentar. Foi aí que Samuel Figgis, que já trabalhava na livraria, passou a ser um dos donos e mudou em 1892 para o nome que possui até hoje. Com Figgis no comando e problemas decorrentes da grande guerra, Figgis entra em um acordo com a Brown Thomas e e muda para a Nassau Street em 1920, onde permanece até hoje.

Somos livreiros, esse é o diferencial

Loja com 3 andares e espaço hoje pertence a rede Waterstones, mas continuam com o preceito de que seu diferencial é ter livreiros.

” É importante nos dias de hoje conversar com nossos clientes sobre os livros na loja. Essa é nossa unica forma de nos diferenciarmos da internet, onde eles são apenas um algoritimo. quando um leitor faz uma pergunta, o livreiro fará um trabalho diferente da resposta direta e mostrará também outros títulos nteressantes sobre o mesmo tema. É isso que é ser livreiro, um funcionário que pode quase adivinhar o que o leitor procura”, afirmou para o Irish Times, o gerente Liam Donnelly.

O local nos lembra uma confortável e agradavel livraria nos moldes antigos. Pudera ter sido mencionada na obra de james Joyce, Ullyses. Os livreiros ainda buscam dar informações e têm mais conhecimento das obras que outras livrarias de Dublin.

Nas mesas, há sugestões oferecidas pelos próprios funcionários, que deixam pequenos bilhetes com um resumo da obra.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.