Home>Principal>Wim Wenders

Wim Wenders

 

 

Em uma família católica tradicional, na cidade de Düsseldorf, nasce Wim Wenders, filho do cirurgião, Heinrich Wenders. A carreira desse cineasta é repleta de pontos que merecem destaque, entre eles, a origem de seu próprio nome. Wim, na verdade, é uma abreviação holandesa de Wilhelm ou Willem, algo que herdado de sua mãe. Essa abreviatura foi rejeitada pelo cartório de registro em 1945 por não ser considerada alemã.

 

Como seu pai, Wim Wenders acabou estudando Medicina e Filosofia na Universidade de Düsseldorf e Freiburg, porém, seu coração pendia para as artes e acabou mudando-se para Paris em outubro de 1966. Nesse período, acabou se tornando um pintor e também, foi reprovado para admissão para a escola nacional de cinema da França. Mesmo assim, Wim utilizou seus conhecimentos e passou a trabalhar como gravurista em um estúdio e foi durante esse tempo que sua paixão pelo cinema despertou. 

 

Determinado em transformar sua paixão pela Sétima Arte em trabalho, em 1967, retornou para a Alemanha e começou a trabalhar em um escritório da United Artists de Düsseldorf. Foi nessa época que ingressou na Universidade de Televisão e Filme de Munique e passou a trabalhar para jornais e revistas como crítico cinematográfico. E foi durante esse período que Wim começou a trabalhar em seus primeiros registros.


Em 1970, Summer in the City e O Medo do Goleiro Diante do Pênalti de 1972, chamam atenção e Wim Wenders ganha reconhecimento entre os cineastas envolvidos no Novo Cinema Alemão. Além disso, vale ressaltar que Wim recebeu três indicações ao Oscar na categoria de Melhor Documentário, entre elas, 2015, Sal da Terra que retratou o trabalho do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado.

 

 

Filmografia:

 

  • Schauplätze, 1967
  • Same player shoots again, 1968
  • Silver City, 1969
  • Alabama: 2000 Light years from home, 1969
  • Drei amerikanische LPs (feito para TV, com Peter Handke), 1969
  • Polizeifilm (feito para TV), 1970
  • Summer in the City (no Brasil, Verão na Cidade), 1970
  • Die Angst des Tormanns beim Elfmeter (A Angústia do Goleiro na Hora do Penalti), 1972
  • Der scharlachrote Buchstabe, 1972
  • Alice in den Städten (Alice nas Cidades), 1974
  • Im Reich der Panzerechsen, (da série de TV Ein Haus für uns), 1974
  • Falsche Bewegung (Movimento em Falso), 1975
  • Im Lauf der Zeit (No decurso do Tempo), 1976
  • Der amerikanische Freund (O Amigo Americano), 1977
  • Lightning over Water (ou Nick’s Film), 1979 (? ou 1980?)
  • Hammett, 1982
  • Stand der Dinge (O Estado de Coisas), 1982
  • Reverse Angle, 1982
  • Chambre 666 (Quarto 666),1983
  • Paris, Texas (1984)
  • Tokyo-Ga, 1985
  • Der Himmel über Berlin As Asas do Desejo (1987)
  • Aufzeichnungen zu Kleidern und Städten, 1989
  • Bis ans Ende der Welt (Until the End of the World), 1991
  • In weiter Ferne, so nah!, (Tão Longe, Tão Perto) 1993
  • Lisbon Story (O céu de Lisboa), 1994 (com a participação do cineasta português Manoel de Oliveira)
  • Al di là delle nuvole (com Michelangelo Antonioni) (1995)
  • Die Gebrüder Skladanowsky, 1995
  • The End of Violence (O fim da violência), (1997)
  • Buena Vista Social Club (1999)
  • The Million Dollar Hotel (O hotel de um milhão de dólares, no Brasil) (2000)
  • Viel passiert – Der BAP Film, 2002
  • The Soul of a Man, 2003
  • Land Of Plenty (2004)
  • Don’t Come Knockin (no Brasil, Estrela Solitária) (2005)
  • The Palermo Shooting (2008)
  • Pina (2011)
  • “O Sal da Terra” (2014) (com Juliano Ribeiro Salgado)
  • Every Thing Will Be Fine (Tudo Vai Ficar Bem) (2015)
  • Submergence (Submersão) (2017)
  • Papa Francisco: Um Homem de Palavra (2020)Assinatura
Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta