Home>Notícias>Nelson Félix é tema de documentário inédito no SescTV
Nelson Félix é tema de documentário inédito no SescTV

Nelson Félix é tema de documentário inédito no SescTV

Dirigido por Cristiano Burlan, a produção inspirada no road movie, leva o público para a atmosfera livre e criativa da arte

Em abril, dia 23, às 23h, vai ao ar no SescTV o documentário Nelson Felix – Método Poético para Descontrole de Localidade. Dirigida por Cristiano Burlan, a produção traz a face desnuda do artista plástico Nelson Felix, em que ele revela suas concepções artísticas, fala da sua relação amorosa com a literatura, da generosidade na arte, de sua compulsão pelo desenho, e da relevância da espiritualidade.  A produção pode ser assistida gratuitamente e sem sair de casa em sesctv.org.br.

Nelson FelixMétodo Poético para Descontrole de Localidade é uma espécie de road movie, filme de estrada em que o artista cumpre uma jornada por alguns lugares do mundo como a Líbia, a Grécia, Rio de Janeiro e países da América do Sul. Félix se propôs a definir e a distância entre o Rio e esses outros países do mundo, este material posteriormente integrou uma exposição. Durante esse processo o artista revelou seus processos criativos, o modo como pensa e surgem suas criações.

Jogando dados em diferentes cidades, Félix cria uma complexa relação de espaço e tempo quanto à sua obra em locais pelo mundo e deslocamentos, inspirado no poema de Malarmé – “Um lance de dados jamais abolirá o acaso”, mote para o projeto “Método poético para descontrole da localidade”, iniciado em meados 1984.

Durante o documentário Felix fala da compulsão pelo desenho e da necessidade de conviver com seus trabalhos. “Eu ficava desenhando e tendo uma ideia em cima da outra. É uma necessidade de botar para fora os sentimentos, ficar imerso em um trabalho.” Segundo o artista, muitas vezes perde-se a noção da realidade, como um vício em alguma droga. E nessa “outra dimensão”, cria-se a urgência em fazer algo, por isso ele desenha compulsivamente.

“Todo meu olhar no mundo, a forma com que encaro a vida é de origem espiritual. Sempre acho que existe algo na matéria que eu estou observando ou sentindo.” Para Felix sempre existe alguma coisa maior do que ele está observando ou recebendo, como uma visão espiritual do mundo, diretamente ligada à sua arte.

O artista fala sobre a violência presente em seu trabalho, assim como na vida. “A vida traz uma certa violência, a beleza dela está relacionada a essa violência, através da relação entre o nascimento e a morte, sabemos que nascemos e vamos morrer, há uma violência na morte”, para Felix é uma violência decorrente da observação espiritual do mundo.

No documentário, é interessante que o artista explora em suas concepções concretas e teóricas dois elementos indispensáveis ao cinema: o espaço e o tempo. Alguns dos trabalhos de Felix levaram décadas para ser concluídos, por conta dos deslocamentos ao redor do globo.

Para representar estas dilatações, o diretor Cristiano Burlan criou cenas longas em um filme de apenas 70 minutos, acompanhou caminhadas de Nelson sem necessariamente se ater aos objetivos ou à localidade precisa, retratou por exemplo, uma trajetória extensa percorrida de carro em que ambos, o cineasta e o artista plástico, a se calarem e refletirem sobre a natureza. Junto da dupla, o espectador se perde nestas referências, podendo desfrutar puramente da estética.

Sobre o SescTV:

O SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua programação é constituída por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com variadas expressões da música e da dança contemporânea. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira em conexão com temas universais. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras linguagens artísticas também estão presentes na programação.

 

Serviço:

Nelson Felix – Método Poético para Descontrole de Localidade

Estreia: 23/4, sexta, às 23h.

Disponível sob demanda a partir de 23/4, em sesctv.org.br.

Classificação indicativa: 10 anos.

Direção: Cristiano Burlan.

Deixe uma resposta