Home>Cultura>Como é o Processo de Impressão do Livro?

Como é o Processo de Impressão do Livro?

Não tem sensação melhor do que pegar um livro físico, cheirar e poder viajar por todas aquelas palavras escritas no papel. Mas você sabia que existe todo um processo – nada simples – para a impressão de um livro?

 

Antes de ir para os suportes de livrarias, o livro físico passa por uma série de recursos que garantirá sua forma final. Dentre esses métodos, alguns procedimentos são manuais.

E se engana quem acredita, até hoje, que um dia os livros físicos irão sumir das livrarias, eles estão cada vez mais em ascensão.

Então, venha aprender um pouco sobre o processo de criação desse item que faz parte da vida de muitas pessoas.

 

Onde começa a produção de um livro?

 

É óbvio que toda a criação de um livro tem início com o desenvolvimento dos personagens, da história, toda a escrita e revisão.

Porém, essa é a parte que todos conhecemos, e sabemos como funciona, mas, o que existe por trás da criação de um livro, é muito maior.

 

Diagramador

Depois que toda a escrita está pronta, revisada e/ou traduzida, o próximo passo é do diagramador. Ele recebe o documento e cria uma versão de prova para mandar ao escritor. Assim, ele poderá verificar naquele documento, como ficará o produto final.

Além disso, normalmente, é o próprio diagramador que prepara a capa do livro. Exceto quando ela tem alguma ilustração ou outro trabalho que o diagramador não realize.

 

Esqueleto

Depois de conferir o material entregue pelo diagramador, entra a parte da gráfica que produz o “esqueleto”.

Esse esqueleto é um modelo inicial, para que o autor possa aprovar a impressão em massa. Afinal, é preciso saber se o resultado está satisfatório antes de imprimir uma remessa.

 

Início da impressão

Para dar início à impressão, a gráfica precisa separar página por página, na qual as letras precisam ser organizadas. Essas letras são os “tipos”, que devem ser agrupados de um por um em uma chapa, por um trabalho manual.

Dessa forma, ao juntar cada letra formando as frases da página, ela pode finalmente ser impressa.

Assim, a máquina irá imprimir sequências de páginas em uma mesma folha grande (do tamanho de uma cartolina).

 

Trabalho manual

É depois da impressão que tem início a segunda parte do trabalho manual.

Como são impressas mais de uma página por folha, é preciso fazer o corte, com o auxílio de uma guilhotina. Depois disso, elas devem ser agrupadas e enumeradas na mesma ordem que serão dispostas no livro.

 

Quase pronto… falta a capa

 

Depois de todo esse trabalho:

  • Separar as páginas;
  • Organizar letra por letra das palavras;
  • Fazer a impressão;
  • Cortar as páginas;
  • Enumerar e
  • Reagrupar.

 

Falta agora o ponto final para finalizar o processo de impressão de um livro: fazer a capa.

Muitos dizem que não se deve julgar um livro pela capa. Mas se soubessem todo o trabalho que dá para fazê-la, ela seria levada um pouco mais em consideração.

É a capa quem dá uma maior identidade ao livro, e se torna sua “cara”, por isso, é um momento muito importante de toda a criação.

Ela também é feita manualmente.

Para juntá-la ao livro, primeiro, as páginas são costuradas umas nas outras para que não se soltem. Depois disso, com a ajuda de alguns utensílios as dobras são marcadas na capa para a colagem ser perfeita.

Para finalizar, os livros são checados para saber se não estão soltos, nem se têm algum defeito de fábrica.

 

Detalhe: Todo esse cansativo processo, é para apenas um livro.

Aprenda sobre a produção assistindo!

 

O The Telegraph criou um curioso e incrível vídeo que mostra o passo a passo da criação de um livro. Então, se você se interessou assista com a gente:

 

 

 

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta