Home>Notícias>Sete anos sem Gabo

Sete anos sem Gabo

No aniversário da morte de Gabriel García Márquez uma equipe de linguistas homenageia a vida do escritor colombiano e identifica alguns elementos que revelam o realismo mágico de “Gabo”

Dia 17 de abril marca o 7º aniversário da morte de Gabriel García Márquez, apreciado como um dos mais significativos escritores da língua espanhola do século XX e ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1982. Ele deixou um legado literário no mundo inteiro e seus romances foram vendidos mais do que qualquer outro livro em espanhol. Seu romance “Cem Anos de Solidão”foi traduzido para mais de 40 idiomas.

Ao longo de seus 87 anos de vida, Gabriel García Márquez se tornou um dos maiores expoentes do Realismo Mágico. Trata-se de uma corrente literária que alterna fatos históricos com situações fantásticas. O Realismo Mágico de Márquez foi inspirado pela natureza da América Latina, suas lendas e mitos que circulam desde os tempos coloniais. “Esse movimento se desenvolveu ao longo do século 20 e se tornou uma forma de expressão para estabelecer uma denúncia social que se caracteriza por um contexto de guerras civis e grandes diferenças sociais. Gabriel García Márquez retratou essa realidade e usou o Realismo Mágico para criar beleza e magia em meio ao grande mal-estar latino-americano”, acrescentou o colombiano David Marín, Linguista Sênior da Babbel.

Buscando comemorar a vida do escritor, os linguistas internacionais do aplicativo de aprendizagem de línguas Babbel – uma das empresas de educação mais inovadoras do mundo, de acordo com a Fast Company, e detentora do melhor aplicativo de idiomas, segundo a Forbes – , elaboraram uma lista com dez elementos que revelam o realismo mágico de García Márquez:

  1. Lluvia de flores (livro Cem anos de solidão):

Quando José Arcadio Buendía morre, diminutas flores amarelas caem do céu. Para García Márquez essas flores trouxeram sorte e ao lado delas nada de ruim poderia acontecer com ele.

  1. Crecimiento del cabello después de la muerte (livro De amor e outros demônios):

Centenas de anos após a morte de Sierva María, descobre-se que seu cabelo nunca parava de crescer, chegando a 22 metros e 11 centímetros.

  1. Animales ilustrados (livro Amor em tempos de cólera):

O papagaio do Dr. Juvenal Urbino aparece como um papagaio de grande erudição. Falava com muita clareza e com maior uso da razão do que alguns humanos. Falava francês, latim e até conhecia algumas partes do Evangelho Segundo São Mateus.

  1. Aparición de muertos (livro Crônica de uma morte anunciada):

Uma missa espírita procura esclarecer o misterioso desaparecimento dos objetos da casa em que iam morar Ángela Vicario e seu marido Bayardo San Ramón. A ex-dona da casa, Yolanda Xius, já falecida, confirmou que sua caligrafia era aquela que estava tentando pegar suas bugigangas de volta.

  1. Excesiva longevidad (livro Outono do patriarca):

O ditador Zacarías se manteve no poder por mais de cem anos e morreu com idade indefinida entre 107 e 232 anos.

  1. Pestes de insomnio y amnesia (livro Cem Anos de Solidão):

Uma praga de insônia atinge Macondo. Ela  faz com que as pessoas parassem de se preocupar com o hábito de dormir. Mais tarde, com a praga da amnésia, todos começaram a esquecer as coisas, o que levou José Arcadio a colocar placas por toda a casa para lembrar os nomes dos objetos.

  1. Venta del mar (livro Outono do patriarca): 

O endividamento do país obriga o ditador Zacarías a vender o mar aos Estados Unidos, pagando assim as dívidas do Estado.

  1. Humanos que se convierten en animales (livro de De amor e outros demônios): 

Depois de se infectar com a raiva devido à mordida de um cachorro vadio, um dos escravos acreditava que Sierva María, a filha do marquês, estava se transformando em um cachorro.

  1. Lluvia incesante (livro Cem anos de solidão):

Como resultado do assassinato ordenado pela empresa bananeira, um dilúvio atingiu Macondo durante quatro anos, onze meses e dois dias.

  1. Pájaros fosforescentes (livro Crônica de uma morte anunciada): 

O viúvo de Xius disse ao prefeito que tinha visto um pássaro fosforescente voando sobre sua velha casa e pensou que fosse a alma de sua esposa.

“Ler obras na língua original de Gabriel García Márquez é um excelente recurso para aprender ainda mais sobre o que o idioma espanhol tem a oferecer. Os cursos da Babbel oferecem contextos culturais sobre os usos e costumes dos países onde  o espanhol é falado. Além disso, a empresa de educação ainda possui outros recursos, como vídeos e podcasts, que oferecem uma experiência de aprendizagem multimídia. Tudo isso ajuda os alunos a adquirir um nível mais avançado de espanhol, com o qual poderão desfrutar das obras de García Márquez ”, conclui David Marín, Linguista Sênior da Babbel.

Deixe uma resposta