Retrospectiva Literária 2018

Oi, pessoas!

Adoro retrospectivas literárias, por isso resolvi fazer a minha do ano passado antes de apresentar minha lista de 2019 e dar continuidade às publicações do desafio literário de 2018, que ficou pausado.

Sim, como vocês perceberam, precisei pausar meu desafio de 2018. Não fiquei muito feliz com isso, mas foi necessário. Decidi me dedicar a estudar um pouco mais de Literatura, ou seja, estudar outra carreira (no caso, Letras). Ainda não sei se vou conseguir, mas fiz provas de vestibular que exigiam a leitura de outros livros. Na verdade, foi um pouco de falta de organização minha, pois desde o início do ano eu já sabia que teria que ler/reler os livros do vestibular e, mesmo assim, fiz uma lista de desafio com 12 autoras, sendo que um dos livros é gigantesco. Infelizmente não posso ficar 24 horas por dia lendo (não seria ruim, mas não dá), então foi impossível dar conta de tudo. Por isso o meu sumiço aqui no Beco (estava estudando muito!) e a pausa no desafio. Mas nada que não possa ser resolvido. Mesmo com atraso, vou finalizar tudo o que ficou pendente.

Então vamos à minha lista de leituras de 2018, com os livros que mais gostei, os que me deram preguiça, os que já quero reler (a louca). Vou por ordem cronológica.

    
Ponciá Vicêncio foi o primeiro livro que li em 2018 e certamente foi um dos meus preferidos. Ainda não tinha lido nada da maravilhosa Conceição Evaristo e, como já imaginava, me apaixonei. Esse livro estava na minha lista do desafio literário, então tem publicação sobre a autora e sobre ele, AQUI e AQUI, respectivamente.

História de Quem Foge e de Quem Fica e História da Menina Perdida, da Elena Ferrante foram devorados um seguido do outro porque eu estava obcecada (estou até hoje) com essa série napolitana. Já havia lido os dois primeiros livros em 2017. Não escrevi nada sobre eles aqui no blog, mas meus cadernos de anotar a vida estão cheios de notas e pensamentos, porque fiz questão de escrever para não me esquecer. É possível que eu faça alguma publicação sobre esses livros em breve, porque fizeram uma série televisiva deles e não quero assistir antes de sintetizar todos meus sentimentos e pensamentos sobre a história toda (maluquice, eu sei). Ah, sim, esses dois também estão entre os melhores livros lidos no ano.

– Depois li Precisamos de Novos Nomes, da NoViolet Bulawayo, que também está na minha lista do desafio literário de 2018. Amei muito esse livro e escrevi sobre a autora e ele AQUI e AQUI, respectivamente.

Profissões para mulheres e outros artigos feministas, da Virgínia Woolf é um livro bem curtinho, que estava no meu Kindle há um tempo e resolvi finalmente ler. Foi o primeiro livro que li da Woolf, acreditem ou não, e achei bem interessante.

Antología de mujeres poetas afrocolombianas– Foi minha leitura de março do desafio literário e gostei bastante, pois pude conhecer muitas escritoras negras da Colômbia. Mas senti falta de me aprofundar nas obras de alguma delas.

-Má Feminista, da Roxane Gay foi o seguinte do meu desafio literário de 2018. Como sempre faço com os livros dessa lista, escrevi sobre a autora AQUI e o livro AQUI. Amei muito esse livro, me surpreendeu positivamente, gostei muito da maneira de escrever da autora e quero ler outras obras escritas por ela.

O Alegre Canto da Perdiz, da Paulina Chiziane é um livro MARAVILHOSO. Não foi só um dos melhores do ano, é uma das melhores leituras da minha vida até agora. Também faz parte do desafio literário e escrevi sobre a autora e sobre o livro AQUI e AQUI, respectivamente.

Esse Cabelo, da Djaimilia Pereira de Almeida também fez parte do desafio literário. Tive um pouquinho de dificuldade com esse livro, como contei AQUI, na publicação sobre ele. Mas não achei ruim. A publicação sobre a autora está AQUI.

Iracema, do José de Alencar foi um livro que me deu extrema preguiça. Sei da importância dele para a nossa literatura e tudo isso, mas acho chato, fazer o que? Já achava antes, tive que reler para a prova do vestibular e não fiquei tão feliz, mas fazer o que?

Memórias Póstumas de Brás Cubas, do Machado de Assis, sim, foi um livro que adorei reler. Também fazia parte da lista do vestibular, mas reler Machado de Assis nunca é um sacrifício. Me diverti muito com essa releitura.

Cartas para a minha mãe, da Teresa Cárdenas foi outro livro do meu desafio de 2018. Gostei bastante, principalmente porque conheci um pouco mais da autora, que não conhecia antes. Fiquei com vontade de ler outras obras dela e já estão na minha lista infinita de próximas leituras.

– Me recomendaram tanto Mamãe & Eu & Mamãe, da Maya Angelou, que aproveitei a primeira chance para ler. Adorei conhecer mais a história autora, mesmo sem ainda ter lido nada além dessa autobiografia (ou uma espécie de biografia da relação dela com sua mãe).

A Relíquia, do Eça de Queiróz, outro livro do vestibular, apesar de ter uma história um tanto quanto divertida, é chato de ler, na minha opinião. Foi a típica leitura obrigatória que tive que fazer.

– O mesmo vale para O Cortiço, do Aluísio de Azevedo. Nesse caso foi uma releitura obrigatória.

Vidas Secas, do Graciliano Ramos, foi a releitura mais linda que fiz, também para o vestibular. Amo esse livro, apesar de me entristecer um pouco com essa história. Graciliano Ramos também é sempre uma ótima releitura.

Minha Vida de Menina, da Helena Morley era um livro que eu honestamente nem conhecia. Leitura obrigatória do vestibular também, foi uma boa oportunidade para conhecer. Gostei de ler especialmente porque é em formato de diário. Gosto desse formato, porque é meio antropológico, com interessantes observações sobre o cotidiano e a sociedade. Estou considerando fazer uma publicação sobre ele depois, vamos ver se rola mesmo.

Mayombe, do Pepetela era um livro que eu também não conhecia e, por ser um dos cobrados no vestibular, acabei conhecendo. Que ótima oportunidade, porque, sem dúvidas, foi um dos livros que mais gostei de ler em 2018. Também quero escrever sobre ele aqui no blog ainda.

Claro Enigma, do Carlos Drummond de Andrade também foi leitura para o vestibular e ler e reler Drummond também é sempre uma experiência incrível.

Sagarana, do Guimarães Rosa foi uma releitura necessária para o vestibular. Li esse livro na primeira vez que passei por esse mesmo processo seletivo e acho que não tinha nem maturidade suficiente naquela época para captar a grandeza dessa obra. Meu olhar de releitura foi bem diferente e gostei muito.

Um defeito de cor, da Ana Maria Gonçalves é um livro do meu desafio literário de 2018 que, na verdade, ainda não terminei (estou bem no finalzinho!). Mas coloco ele nessa lista, porque desde julho do ano passado estou com ele em mãos, lendo aos poucos. Só em dezembro consegui dar um gás e avançar mais. Mas vou guardar meus comentários para muito em breve. Só adianto que certamente ele está entre os melhores livros lidos na vida.

Essas foram minhas leituras de 2018! Infelizmente as leituras obrigatórias do vestibular me tiraram um pouco do foco de ler apenas livros escritos por mulheres, o que me deixou chateada, mas não é como se eu tivesse opção, pois precisava fazer essas leituras para a prova. Achei triste que nessa lista do vestibular da Fuvest apenas um livro seja escrito por uma mulher, com tantas escritoras importantes na nossa literatura. Tão importantes quanto qualquer um desses autores. Espero que isso mude em algum momento.

Agora, me contem, o que vocês mais gostaram de ler em 2018? Fizeram alguma lista parecida com essa, de retrospectiva? Me mandem o link para eu ver, pois adoro essas listas! E quais são os livros que vocês querem ler em 2019? Me contem tudo!

Anúncios

2 comentários sobre “Retrospectiva Literária 2018

  1. Bem interessante a sua retrospectiva. Lembro que tinha visto alguns dos textos do seu desafio de 2018 e coloquei vários dos livros na minha lista de leituras futuras, agora coloquei mais alguns 🙂

    Eu fiz um post com as minhas leituras favoritas de 2018, depois dá uma olhada lá no meu blog. E vou continuar acompanhando suas leituras de 2019, você costuma conferir obras que saem do meu lugar comum, o que é ótimo para eu expandir meus horizontes 🙂

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.