Trono de Fogo

Após um ano de espera, os irmãos Sadie e Carter Kane retornam no segundo volume do livro de Rick Riordan: O Trono de Fogo (Ed Intrínseca). Neste segundo registro, os irmãos Kane relatam mais uma grande aventura, e desta vez não estão sozinhos.

O primeiro registro de seus desafios em A Pirâmide Vermelha chegou até alguns jovens magos aprendizes, que atenderam ao chamado e se dirigiram a Casa da Vida onde os Kane vivem, localizada no Brooklyn. A Casa da Vida é um local sagrado onde os magos que seguem as tradições dos antigos faraós vivem e estudam. Os irmãos Kane assumiram a grande responsabilidade de treinar estes jovens magos aprendizes e prepará-los para grandes batalhas até que seu tio Amós retorne. Para quem não se lembra, Amós foi usado como receptáculo pelo espírito do deus Set  durante a aventura na Pirâmide Vermelha e agora está no Egito em uma espécie de clinica de reabilitação.

Apenas três meses após essa aventura, Sadie e Carter se encontram diante de mais uma grande missão: despertar o grande deus Rá que está adormecido e completamente desaparecido e destruir Apófis, a serpente do Caos em apenas 5 dias. Rá é o deus dos deuses egípcio. Após um reinado de séculos, Rá decidiu que estava velho demais para continuar e decidiu se aposentar, passando seu trono para outro deus. Durante seu reinado, seu maior inimigo foi Apófis, que após uma batalha foi aprisionada no Duat junto com Bastet, a rainha dos gatos.

Bastet era o braço direito de Rá e teve a missão de lutar diariamente do Apófis no Duat para manter a serpente ocupada. É essa mesma Bastet que conhecemos no primeiro livro da série. Ela foi libertada pelos pais dos Kane, que acreditavam que ela seria derrotada logo e Apófis seria libertada. Os pais dos irmãos Kane, acreditavam que libertando Bastet antes disso, ela poderia se fortalecer e ajudar a salvar o mundo em uma luta com Apófis.

Para que essa aventure se inicie, os irmãos Kane precisarão encontrar e juntar os 3 papiros que correspondem ao Livro de Rá. Sadie e Carter abdicaram de compartilharem suas mentes com os deuses Isís e Hórus contando agora somente com sua própria magia e determinação, mas terão a ajuda dos jovens magos aprendizes Walt e Jaz. Ao longo deste árduo caminho se deparam com grandes e inúmeros inimigos: magos, demônios e deuses.

Para deixar a situação pior, os deuses estão em um dilema se a decisão dos irmãos Kane é a melhor. Enquanto alguns acreditam que Rá poderá aprisionar Apófis novamente, outros pensam que a situação pode piorar. Além disso, esses deuses que não querem a volta de Rá acreditam que juntos podem conseguir aprisionar Apófis sem a ajuda do deus. Ambos os lados tentarão persuadir Sadie e Carter a mudarem seu plano nem que tenham que matá-los.

A narrativa de Riordan se torna corrido diante de tantas aventuras e percalços que Sadie e Carter passam, fazendo com que seja uma leitura rápida mas mantendo os olhos do leitor fixo. No primeiro livro da série percebemos que Riordan é cuidadoso em manter informações que mudam a história completamente, por isso não adianta ler um pedaço já imaginando como será o final do livro pois o autor consegue guardar muito bem seus segredos e mudar o rumo da história a qualquer momento. E conseguir segurar o grande final do leitor é uma coisa que hoje em dia poucos autores conseguem.

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

One thought on “Trono de Fogo

Deixe uma resposta