Home>Cultura>Música>Escuta só>História (Resumida) do Samba

História (Resumida) do Samba

O samba é um dos ritmos musicais mais conhecidos no Brasil. O samba é pura brasilidade em todos os sentidos, desde o ritmo musical, a dança e cultura, é um dos elementos mais representativos da cultura nacional.

Esse ritmo é resultado da miscigenação entre as músicas africanas e europeias nos campos e nas cidades. Graças a sua grande presença em todo o país, o samba passou a assumir algumas formas variadas em cada lugar do Brasil, mas sempre manteve a sua alegria e cadência envolvente. Confira no nosso artigo um pouco mais sobre essa cultura tão brasileira.

 

Origem do Samba

No título fizemos questão de frisar que vamos contar a história do samba de forma resumida. Afinal de contas, essa história é muito longa e cheia de detalhes para um único artigo, seria necessário um livro para isso.

Mas a grosso modo, o samba foi criado em terras brasileiras e a sua origem vem dos batuques dos negros que eram escravizados junto com ritmos da europa, como a volta, mzuca, polca, o minueto e outros.

No início, as festas de dança dos negros escravizados da Bahia recebiam o nome de “samba”. Diversos estudiosos indicam que o berço do samba é o recôncavo baiano, especialmente no que se refere ao costume de cantar, dançar e tocar instrumentos em uma roda.

Depois do fim da escravidão, no ano de 1988, e da instituição da República no ano seguinte, diversos negros se dirigiram até a então capital do Brasil, Rio de Janeiro, na procura de um trabalho.

Entretanto, qualquer tipo de manifestação cultural de origem africana era criminalizada, como o candomblé e a capoeira, e assim também aconteceu com o samba. 

Dessa forma, os negros passaram a realizar as festas nas casas das “vovós” ou “titias”, que eram verdadeiras matriarcas de origem africana que acolhiam esses batuques. Foi no ano de 1917 que foi gravado aquele que é conhecido como o primeiro samba como o nome “Pelo Telefone”, escrito pelos lendários Mauro de Almeida e Donga. 

Depois de muita resistência é que o samba começou a entrar nos salões da elite de pouco em pouco e foi se associando a festa de Carnaval. O advento do rádio e o talento de intérpretes como Carmen Miranda, Aracy de Almeida e Francisco Alves, fizeram o samba cada vez mais popular em todo Brasil.

 

Principais Tipos de Samba

Samba de roda

O samba de roda é um tipo muito associado ao culto aos orixás e à prática da capoeira. É uma variante do samba que surgiu na Bahia em meados do século XIX. É muito caracterizado pelos cantos e pelas palmas, no qual os dançarinos ficam em uma roda bailando.

Samba-enredo

O samba enredo é um tipo ligado às tradicionais escolas de samba. É caracterizado pelas canções com temas históricos, culturais ou sociais. É uma modalidade do samba que surgiu no Rio de Janeiro na década de 30 com os desfiles das escolas.

Samba-canção

Chamado também de “samba de meio de ano”, o samba canção surge na década de 20 no Rio de Janeiro e se popularizou no Brasil nas décadas de 1950 e 1960. Esse estilo é caracterizado por músicas românticas e ritmos mais lentos.

Samba-exaltação

O marco inicial desse estilo de samba é a música “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso (1903-1964), lançada no ano de 1939. Caracterizado por letras que apresentam temas patrióticos e ufanistas, bem de acordo com o momento histórico que o Brasil vivia no Estado Novo.

Samba de gafieira

O samba de gafieira é um tipo que surgiu a partir do maxixe na década de 40. Se trata de uma dança de salão onde o homem conduz uma mulher acompanhada por uma orquestra que reproduz um samba mais acelerado.

Pagode

O pagode é um tipo muito popular atualmente que surgiu no Rio de Janeiro em meados da década de 70. Ele surgiu a partir das tradicionais rodas de samba e é muito caracterizado pelo seu ritmo repetitivo com os instrumentos de percussão junto com sons mais eletrônicos.

Outros tipos de samba não citados são: samba de breque, samba de partido alto, samba raiz, samba-choro, samba-sincopado, samba-carnavalesco, sambalanço, samba rock, samba-reggae e a bossa nova.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta