Home>Principal>O que são contos de fadas

O que são contos de fadas

Os contos de fadas são as histórias que, desde antigamente, as pessoas transmitem de geração para geração. Muito tempo se passou desde a sua origem, mas os textos vão sempre sendo lidos e relidos em todos os períodos.

No princípio, esses contos tinham como público-alvo os adultos e não as crianças, e esses contos se caracterizavam por serem narrativas fortes, que mostravam vinganças, traições e mortes. Com o passar do tempo, os contos foram se adaptando até chegar ao conto hoje conhecido, direcionado para o público infantil.

Geralmente, pais e responsáveis costumam ler para suas crianças as histórias que se passam em reinos distantes envolvendo príncipes, fadas, dragões, rainhas e princesas, entre outros elementos mágicos e reais. Muitos acreditam que são histórias apenas para entreter crianças, mas alguns estudiosos defendem o contrário.

Segundo esses, os ensinamentos sobre a essência humana se fazem presente nas histórias e ajudam a preparar leitores e ouvintes para a vida adulta. É através da ficção que a criança tem a possibilidade de identificar situações presentes na sua própria vida e, dessa forma, pode lidar melhor com o cotidiano.

Confira um pouco mais sobre os elementos de um conto de fadas e alguns dos seus principais autores:

 

Elementos dos contos de fadas

Personagens básicos:

De acordo com pesquisadores do gênero, geralmente, aparecem alguns tipos bem característicos de personagens nos contos de fada: o agressor, o doador, herói, o ajudante, a princesa, o mandatário e o falso herói.

Cada personagem possui uma importância significativa para a trama. Não é só herói contra vilão tentando salvar a princesa. O encaixe correto de cada personagem rende excelentes histórias dentro de um conto de fadas.

 

Presença de elementos mágicos e fantasiosos:

Dentro dos contos de fadas também podemos conferir a presença de alguns elementos fantasiosos e mágicos. As feiticeiras, as fadas, os animais com as características humanas, objetos que falam, etc. Esses detalhes são também importantes na construção de um conto de fadas, pois ajudam o herói a atingir o objetivo final.

A magia está diretamente ligada a situações que não existem na vida real, mas que acabam fazendo todo o sentido na atmosfera dos contos de fada. As princesas e rainhas geralmente são bondosas, sempre tratadas como heroínas. Enfim, essas distorções contribuem para a construção de um conto completo.

 

Os principais autores dos contos

Existem diversos contos de fadas muito famosos no senso comum, e esses contos consagraram diversos autores ao longo da história. Um dos primeiros autores apontado como escritor de conto de fadas foi o Charles Perrault, no século XVII.

Obras como “O Gato de Botas”, “Barba Azul”, “A Bela Adormecida”, entre outros clássicos fazem parte da sua vasta obra. Muitos desses contos já existem na tradição oral, porém ele organizou todas e criou versões definitivas com a sua autoria.

No começo do século XIX, os folcloristas Jacob e Wilhelm Grimm, popularmente conhecidos como Irmãos Grimm, escreveram e publicaram os mesmos contos com certas modificações. Hoje em dia, as versões com os irmãos são mais populares.

Ainda no século XIX, na Dinamarca, apareceu outro autor que iria tornar os contos de fadas ainda mais famosos: Hans Christian Andersen. Ele é um dos autores mais importantes, pois ele criou histórias como “O Patinho Feio”, “A Pequena Sereia”, e outros grandes clássicos.

No mesmo período, Lewis Carroll também começou a se destacar na Inglaterra. Ele escreveu um livro que você certamente conhece: Alice no País das Maravilhas. Na verdade, não se trata exatamente de um conto, devido à sua extensão, mas sua estrutura textual se enquadra muito bem nesse gênero literário.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta