Home>Biografia>Fernando Torres – O Grande nome do teatro nacional

Fernando Torres – O Grande nome do teatro nacional

Um dos grandes nomes do teatro brasileiro, Fernando Torres trouxe também competência para o cinema brasileiro.

 

Podemos dizer que a família Torres tem um grande papel na história da televisão brasileira, a proposito, falamos de um desses membros alguns dias atrás ao falar do trabalhos de Guel Arraes e Fernanda Montenegro, uma das grandes atrizes de nosso país que chegou a ser indicada ao Oscar por Melhor Atriz em Central do Brasil.

Além de Fernanda Montenegro, temos sua filha, Fernanda Torres que se destacou em programas humorísticos que marcaram época na rede Globo. Os Normais, uma das séries mais encantadoras e originalmente engraçadas devido aos inusitados acidentes de percurso de Vani e Rui.

 Outro Torres que podemos destacar na família é Cláudio Torres, que decidiu trabalhar atrás das câmeras e que traz na carreira filmes de destaque, como: Redentor, O Homem Invisível, entre outros.

 Mas, não falaremos de nenhum desses que foram citados, mas sim sobre o patriarca da família Torres, Fernando Torres, um grande ator, diretor, produtor de cinema e televisão que chamou atenção de muitos atores brasileiros devido à sua arte.

 

 Vida e obra de Fernando Torres

Fernando Monteiro Torres nasceu no município de Guaçui/ES no dia 14 de Novembro de 1927 e nasceu no seio de uma família tradicional de seu municipio, prova disso foi o fato de seu pai, Manuel Monteiro Torres, ser o primeiro prefeito da região.

 Um detalhe importante sobre esse período da história é a fotografia exposta na prefeitura com a família Torres, onde podemos ver Fernando Torres ainda pequeno, sem imaginar a importância que sua vida teria para a televisão e para o teatro brasileiro.

Fernando Monteiro Torres, apesar de sua paixão pelo Teatro Nacional, era formado em Medicina, no entanto, acabou optando em viver sua verdadeira paixão que, com o tempo, foi se mostrando sua verdadeira vocação.

Fernando Torres atuou , produziu e dirigiu diversas peças para o teatro nacional e ainda, participou de aproximadamente dezenove filmes e de várias novelas, entre elas, os grandes sucessos globais: Amor com amor se paga, Baila comigo, entre outras.

No teatro, Fernando começou seus trabalhos aos 22 anos e seu primeiro trabalho foi “A Dama da Madrugada” de Alejandro Casona. Agora, como diretor, seu primeiro trabalho foi Quartos Separados de 1958 com o Teatro Brasileiro de Comédia.

O Teatro dos Sete foi criado no ano de 1959 e contava com Sérgio Britto, Gianni Ratto, Ítalo Rossi e Fernanda Montenegro. Dois anos após, Fernando acabou recebendo o prêmio de diretor revelação por O Beijo no Asfalto de Nelson Rodrigues. Isso só para começar a história de sucesso desse diretor que fez história no teatro nacional.

 

Homenagens a Fernando Torres

Mas, infelizmente, no dia 04 de setembro de 2008, Fernando Torres fecha as cortinas de seu palco para o mundo devido a um enfisema pulmonar, deixando apenas seus outros três companheiros de palco para darem continuidade ao legado da família.

Fernando Torres, devido a qualidade de seu ttrabalho e sua importância para o Teatro Nacional, recebeu homenagens ainda em vida, como por exemplo, o teatro municipal de sua cidade natal recebeu seu nome, na cidade de São Paulo existe um teatro com seu nome e no Rio de Janeiro, cidade que faleceu, conta com um largo que foi inaugurado no ano de 2017 no bairro de Ipanema, onde o mestre viveu com sua família.

 

Alguns papéis como ator:

 

 

Alguns trabalhos como diretor:

 

Alguns trabalhos no cinema como ator:

 

 

 

Assinatura

 

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta