Museu Nacional – Uma Nota sobre o Ocorrido

Essa semana um dos maiores patrimônios históricos e cientifico do Brasil ardeu em chamas. O Museu Nacional já pedia por socorro há um bom tempo, mas poucos deram a atenção necessária.

Instalado no Palácio de São Cristóvão, o local onde Dom João IV se instalou quando fugia de Napoleão Bonaparte em 1808, e onde foi instaurada o Império Brasileiro. Foi ali que Pedro I cresceu, onde seu filho Pedro II e sua neta, Isabel nasceram e tomaram grandes decisões que mudaram a história do país, como a declaração de independência (que comemoramos hoje) e a liberatação dos escravos.

Criação do  Museu Nacional

Criado em 1818 por Dom João IV, o museu só passou a ocupar o local atual muito tempo depois. Mas todo o trabalho e as pesquisas científicas feitas ali foram importantes para o melhor conhecimento do país, sua fauna, flora e história de uma área que hoje habitamos, mas que milhares de anos atrás erade animais silvestres e uma flora bem mais extensa e diversa (que nós mesmos destruímos).  Por isso ali era um local onde conseguíamos manter uma parte do nosso país ainda existente, para sermos lembrados de como éramos e como crescemos.

Sua decadência não foi de um ano pro outro. Mas a crise, mais política e que depois se tornou econômica e nossas diretrizes de sempre deixar a cultura como última a receber e a primeira a sofrer cortes, transformaram problemas recorrentes de um local antigo em imensas armadilhas. 

No final foi o fogo que destruiu, mas poderia ter sido pelas chuvas, cada vez mais torrenciais e destruidoras, ou até mesmo um desabamento pela falta de reforma. Fomos empurrando com a bariga acreditando que depois irá melhorar e reformamos, sempre o depois a gente vê.

E a história e a cultura perdeu novamente. Com tão poucos lutando por ela, e tantos acreditando que não é importante, vamos perdendo um pouco mais da nossa história, da nossa cultura, da nossa identidade como nação.

Que as lágrimas que hoje derramamos seja o motivo para o BASTA: de política meia boca onde a educação e cultura não prioridade, que as pessoas tenham interesse de sair de frente da TV e visitem os demais museus que possuímos, e tenhamos a oportunidade de aproveitar esses espaços assíduamente, sem discriminação de tempo ou idade.

Beco das Palavras e a Museologia

Há algum tempo que o Beco das Palavras criou um espaço exclusivo para falarmos de museus. E há poucas semanas pedimos nossos seguidores do IG para nos sugerir quais museus gostariam que fossem divulgados por aqui. Poucos responderam, mas ainda assim conseguimos criar uma lista interessante de museus. e iremos falar de sua história e como são quinzenalmente por aqui.

Infelizmente,  não tivemos tempo de escrevermos sobre o Museu Nacional, pois ainda estavámos em processo de produção do material, mas não poderíamos nos manter calados diante de tamanha perda.

Portanto, visitem os museus, estar lá é um novo mundo com milhares de oportunidades de aprendizado, um conhecimento visual que transcende nossas vidas. Se vai viajar, nao deixe de conhecer a história e a arte que aquele local produz e possui, e os museus são isso: história e cultura, passado e presente caminhando juntas. Você jamais se arrependerá do tempo gasto em um museu, tenho absoluta certeza.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.