As lições da Turma da Mônica

Podemos dizer que um dos maiores sabores da infância seria a vivência plena do simples (ser/estar). Um eterno cair e levantar, onde ação e reação não possuem barreiras complexas, envoltas em medos e frustrações paralizantes. Quase. A infância é o primeiro momento em que vivenciamos camadas que serão parte de nós por toda a vida. Mas também é o tempo de estarmos sob constante vigília parental, onde os erros são apaziguados com o calor do abraço e as lágrimas podem correr soltas sem amarras. Quase.

Tudo o que sabemos sobre o nosso eu da infância são fragmentos de informações cedidas por aqueles que nos acompanharam naquele momento, mas não podem ser confundidas com o momento em si. Nossa memória se constrói como uma teia, a ser movida e recriada a todo instante. Contar algo nos traz a sensação de resgate daquela história, mas é possível que estejamos recriando uma imagem que, não necessariamente ocorreu como relatado.

Então, o que pode-se dizer sobre o aprender? Aquele lá da infância. Talvez, uma das maiores dificuldades do processo seja lidar com as consequências e entender como funcionam as frustrações. Talvez. Mas não se engane ao olhar para o jovem com o semblante cansado do tempo, pois ali reside a fonte de como o padrão de cada um irá seguir até a formação de sua personalidade e caráter.

A simplicidade da infância ganha complexidade no olhar do adulto. Em Lições, parte da trilogia de Vitor e Lu Cafaggi impressa sob o selo Graphic MSP, Mônica e sua turma percorrem a difícil tarefa de entender a consequência de seus atos e aprender como cada ação interfere profundamente em sua rotina. Uma pequena mentira, movida pelo terrível medo de ser repreendido pode se tornar uma ideia que desencadeia uma série de eventos amargos tanto para quem a teve, quanto para quem acompanhou.

A história nos marca, pois interfere diretamente na amizade de Mônica, Cascão, Cebolinha e Magali. Cada um deles, deve passar por uma consequência sozinho, mas a força do grupo torna a jornada menos dolorosa e mais compreensível. O erro já foi feito o que fazer daqui para frente é o que tornará o resultado em algo importante para a personalidade de cada um.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s