Publicado em Fotografia, Principal

Um minifestival de várias artes 100% colaborativo… duvida?

Quarta edição do festival organizado pela Escola Portfólio acontece dias 10 e 11 de junho

 

Há umas duas semanas fui marcada neste post de facebook aí de cima e fiquei sem ar. Assisti umas 3 vezes para tentar assimilar a proposta, pois a cada nova visualização uma infinidade de possibilidades se apresentava. Um minifestival que funciona dois dias? É fotografia? É movimento? É colaborativo? Enfim. O que mais fica latente é como a fotografia é a base de tudo. O registro é uma consequência da vivência, mas neste evento ele é o pontapé inicial. Cheia de perguntas no bolso, peguei meu gravador e fui lá entender esse processo.

Tudo começa com uma provocação. Você duvida que possa ser realizado um festival 100% colaborativo e sem suporte de lei de incentivo fiscal, que converse com diferentes linguagens artísticas? Pois é, com essa premissa que há três edições nasceu o MiniFestival de Várias Artes… Duvida?, obra da eferverscência criativa de Nilo Biazzetto Neto e seus muitos colaboradores que junto a sua escola, a Portfólio, tem realizado esse trabalho de formiguinha que junta tudo no mesmo quintal: fotografia, artes plásticas, diferentes vertentes musicais, prosa e poesia, debate, gastronomia, arte circense e livros.

 

Nada melhor que falar de fotografia, onde se possa respirar esta arte. O Mini-festival é um achado para quem busca se aprimorar a vivência do saber no registro das coisas e causas. Durante a programação que se desenvolve entre os dias 10 e 11 de junho na casa da Portfólio, painéis serão realizados ao vivo, o jardim terá um espaço de colheita fotográfica, onde qualquer pessoa pode trazer suas fotos 10×15 impressas para serem plantadas e colhidas, os muros que envolvem a casa se tornam espaço-galeria, com a Mostra Coletiva Entre Muros e Mundos. A trilha sonora é rock, jazz e música popular, com apresentações de Paulo Coelho e da banda Gretchen Cadillac. Dentre oficinas, poesia, conversas e bate-papo fotográfico, o evento se encerra com um grande cabaré circense.

 

O Duvida é um espaço de troca. Um sim-lugar (por que, não?) de colaboração entre diversos artistas da cidade, partiu de uma ansiedade de Nilo sobre propor novas oportunidades artísticas realizada a partir dos artistas, sem interferência de editais e que fosse um lugar para acolher essas vertentes. Nilo é daquelas pessoas que agregam, quer todo mundo sentado no mesmo sofá, assistindo um bom filme, como uma grande família. Sua trajetória como fotógrafo de cidades, direcionou o seu olhar para as pessoas que lá habitam. A cidade é fluida e, antes de registrá-la, é importante entender como seus habitantes se relacionam com ela. Esse tipo de sensibilidade é construído “a partir” e “pelas” vivências ao se sentir parte integrante dela.

 

 

Reuni parte da programação aqui. Até amanhã, mais coisas devem ser publicadas na página do evento. Na medida do possível iremos atualizar. Confira:

Pintura ao vivo
Jean Tomedi

MURO GALERIA
Mostra coletiva ‘ENTRE MUROS E MUNDOS”: Imagens dos brasileiros Brunno Covello, Bruno Santos, Michele Bravos, Gui Christ, Thiago Souza e Diogo Sabóia, e também dos sírios Amr Houdaifa, Fierelle Namek e Mahar Mhanna retratam histórias sobre guerra, migração, afastamento e perda de familiares, mas também apresentam a esperança de reconstrução, inserção social e regresso a sua terra natal.

Apresentações
Projeto Mesmas Coisas, performance de Michelle Puccii e Paula Moraes, apresenta um happening fotográfico que começa com a frase Você pode me ajudar? Com fotos de Paula Morais e ao lado de Bruno Karam.

Comidinhas
Food-Bike da Enjoy Fruit
Briga(deiro) de Casal
Doces e salgados da Andrea e do Cleber

Produtos da Casa
Loja e galeria de Fotografia
Feira de Arte

Programação Completa

Sábado

  • Apresentação de Flautas com André de Souza e Leandro Gaertner
  • Apresentação Musical com Maria Celeste Corrêa e Daniel Amaral
  • Oficina de Gravuras com Patrícia Torres
  • Oficina Básica de Stêncil com Artestenciva
  • Bate-papo sobre a Cena Cervejeira Curitibana, com Murilo Foltran
  • Bate papo e apresentação sobre Poesia, Música e Artes Plásticas com as irmãs, Giovana, Ale Bruns e Clarissa Baggio
  • Bate papo com a ONG Projeto Barco Sorriso
  • Tarde Tunina – Teatro lambe-lambe
  • Mágico Niko Ferreyra
  • Jardim Fotográfico
  • Los Tripés – Grupo de Malabaristas
  • Início das Colagens na MURO GALERIA: Exposição “Entre Muros e Mundos”, mostra fotográfica coletiva com enfoque na questão dos refugiados
  • Arte ao vivo na Fachada da Casa com Jean Tomedi
  • Oficina de arranjos de flores com Amanda Ábila

Domingo

  • Apresentação de Percussão
  • AmrHoudaifa, dança e preparo do Pão Sírio
  • Projeto “Mesmas Coisas”: intervenção artística com música, fotografia e literatura
  • Bate papo com o Instituto Portfolio de Fotografia: A fotografia como transformação
  • Intervenção artística e bate papo com refugiados Sírios, Haitianos, Venezuelanos, dentre outros
  • Oficina “Vivência Circence para Crianças com Lauro Fernando Monteiro da Respeitável Trupe
  • Continuação da obra “Arte na Fachada da Casa”, de Jean Tomedi
  • Bate papo: A bike de bamboo, trilhas de montainbike e ciclo turismo, com Marcos Rosa Filho
  • Continuação da Colagem nos Muros
  • Oficina de Arranjo de Flores com Amanda Ábila
  • Oficina de Gravuras com Patrícia Torre
  • Apresentação do Livro fotográfico de Bruno Covello
  • Varieté Circence
  • Grupo Perla Flamenca – Guitarra e dança flamenca
  • Comes e Bebes
  • Chope artesanal DUM e GAUDEN BEER
  • Gastronomia Muito Além da Cozinha de Ana Spengler

18893002_10155540800923729_956920362728001689_n

Uma escola fotográfica das artes

A proposta da Escola Portfólio é se tornar um local multifacetado. Uma história que começa no século passado como estúdio fotográfico. O ano era 1998. Nilo e sua esposa, Simone, realizavam trabalhos para agências de publicidade. O tempo foi passando e várias ideias foram surgindo. Uma delas era ocupar um espaço de saber e aprendizado, onde diferentes linguagens artísticas pudessem ter um lugar de fala. Com esse mote, a escola de fotografia foi lançada e, aos poucos, vem se convertendo em um espaço de múltiplas artes.

A sede da escola fica em uma casa no Centro Cívico de Curitiba, construída há quase 70 anos pelo avô de Nilo. A construção foi preservada e dispõe de um jardim onde são cultivadas diversas plantas e ervas, excelentes para o preparo na cozinha, sempre aberta, da Escola. Bem aconchegante, o espaço é compartilhado por alunos e ex-alunos das atividades, oficinas e aulas regulares de fotografia realizadas na Portfólio, assim como de todos que ali trabalham, seja com o perfume do café, nos cuidados com o jardim, manipulando fotos em estúdio, ensinando novas oportunidades visuais aos frequentadores, ou ainda na recepção calorosa que está presente em cada um de seus cantos.

Duvida? Minifestival de Várias Artes
Data: 10 e 11 de junho, a partir das 13h
Local: Rua Alberto Folloni 634 A – Centro Cívico, Curitiba/PR
Entrada: gratuita. As comidinhas e produtos da escola (fotos, quadros e livros) serão comercializados no local.

Autor:

Cerratense perdida na neblina curitibana, jornalista por falta de direcionamento de carreira e fotógrafa sem câmera.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s