Publicado em Desafio Literário, Literatura

Retrospectiva Literária 2016

livros5O ano de 2016 está chegando ao fim e resolvi fazer uma retrospectiva literária. Infelizmente não li tantos livros quanto gostaria. Na verdade, foram poucos, mas considero uma grande coisa, pois consegui cumprir um dos meus objetivos feitos no final do ano passado, que foi ler mais livros em 2016 do que li em 2015.

Eu sempre gostei muito de ler, desde criança fui incentivada ao amor pela leitura e desde que me entendo como gente leio bastante. Mas quando entrei na faculdade diminuí consideravelmente a quantidade de livros de literatura, porque meu curso tinha uma carga de leitura muito grande. Então minhas leituras passaram a ser quase completamente acadêmicas.

Isso durou até o fim do mestrado e só depois desse momento me dei conta do pouco de literatura eu estava lendo. Desde então resolvi me forçar a esse pequeno projeto de voltar a ler livros literários e a cada ano ler um pouco mais que no ano anterior. 2016 foi o segundo ano e até agora estou conseguindo, por isso me sinto orgulhosa em apresentar minha retrospectiva literária de apenas 18 livrinhos, mas que é um objetivo cumprido.

Além da retrospectiva, vou apresentar o desafio literário que coloquei para mim mesma em 2017. Ainda quero ler mais livros que em 2016, mas também tenho um desafio específico, que vou falar depois. Primeiro, vamos à retrospectiva:

O Encontro Marcado – Fernando Sabino – Foi uma releitura. Esse é um dos meus livros prediletos da vida e de vez em quando eu pego ele para reler. Há um tempo não fazia isso, então resolvi reler e foi muito legal. Releituras são sempre legais, porque é como se estivéssemos lendo algo novo, nunca lemos um livro da mesma forma.

El coronel no tiene quien le escriba – Gabriel García Márquez – A versão em português é “O coronel não tem quem lhe escreva”, mas a edição que eu tinha era em espanhol. O que dizer? É difícil se decepcionar lendo qualquer livro do García Márquez.

Vozes anoitecidas – Mia Couto – Livro de contos pequeno e maravilhoso. Me fez chorar, de verdade. Os contos desse livro são um pouco tristes, mas o Mia Couto escreve de uma maneira tão linda que as lágrimas também são por causa de tanta beleza.

Coleção Melhores Poemas – Paulo Leminski – Sempre me achei meio burra para ler poemas, mas nunca desisti de fazer isso. Leminski é sempre um ótimo incentivo. Adorei a coletânea.

Maya – Jostein Gaarder – Gostei de todos os livros do Gaarder que li até agora, mas Maya me deu um pouco de tédio. Não sei se foi por causa do livro, ou se foi porque não era o momento adequado para eu fazer essa leitura. Terminei, gostei da história, mas o processo de leitura me deu um pouco de preguiça.

De repente, nas profundezas do bosque – Amós Oz – Nunca tinha lido nada desse autor e comecei com esse livro tão gracinha. É sobre uma aldeia onde não há nenhum animal (de nenhum tipo!), e três crianças curiosas vão entender o porquê.

O guia do mochileiro das Galáxias – Douglas Adams – Vou comentar no primeiro, mas vale para todos os livros dessa série (listados abaixo). Esses livros duraram uns quatro anos na minha prateleira esperando para serem lidos. Eu queria ler todos seguidos e nunca encontrava tempo ou vontade para fazer isso, mas chegou o momento. Os dois primeiros livros da série são os meus preferidos, com um humor mais ácido, que me fez gargalhar em diversos momentos. O terceiro e o quarto me deixaram um pouco desanimada. Mas pensando na história geral, eu gostei bastante e achei que valeu a pena o tempo dedicado.

O restaurante no fim do universo – Douglas Adams

A vida, o universo e tudo mais – Douglas Adams

Até mais, e obrigado pelos peixes – Douglas Adams

Praticamente inofensiva – Douglas Adams

Hóspede por uma noite – Sch. I. Agnon – Peguei esse livro emprestado da prateleira da minha irmã, porque li a sinopse e fiquei bem interessada. Nunca havia lido nada desse autor e apesar de achar a leitura um tanto quanto cansativa, gostei muito da história. É sobre um judeu que volta à sua terra natal depois de muitos anos morando em Israel, num contexto pós Primeira Guerra Mundial. Se vocês se interessam por esse tipo de tema, é um livro que recomendo muito.

A Amiga Genial – Elena Ferrante – Sobre esse livro, tem uma resenha/opinião minha aqui. Adorei e estou ansiosa para ler os próximos da série.

Melhores contos – Lígia Fagundes Telles – Como o próprio nome diz, é uma coletânea dos melhores contos dessa escritora maravilhosa. Meu conto preferido desse livro é “A Confissão de Leontina”.

Uma criatura dócil – Doistoievski – Retomei esse livro, depois de ter abandonado ele há um tempo atrás. Não é nem será meu preferido do Dostoievski, talvez seja o que eu menos gostei. Mas se a gente não lê, não dá para saber se gosta ou não, né?

As armas secretas e outros contos – Julio Cortázar – Para mim, Cortázar é outro escritor praticamente impossível de decepcionar. Meu conto preferido desse livro foi “O Perseguidor”, o mais longo do livro e, para mim, o que mais prende e emociona o leitor.

La casa de los espíritus – Isabel Allende – Li a versão em espanhol, que era a que estava ao meu alcance no momento, mas acho que em qualquer versão vale a pena, porque que livro maravilhoso! Depois de ler me arrependi de ter deixado ele tanto tempo na lista de espera. Em breve haverá resenha dele por aqui. Fiquem atentos!

Martin e Rosa – Zaü e Raphaële Frier – Esse livro comprei para minha sobrinha, mas resolvi ler antes para ver como era. Conta a história do início da luta pelos direitos civis, liderada por Martin Luther King e Rosa Parks. É um livro para crianças, que achei bem educativo. Em breve haverá resenha dele aqui também.

Esses foram os livros lidos por mim em 2016. Tenho certeza de que poderia ter lido mais, mas como comentei no início, já fico feliz de ter cumprido minha meta. A ideia é ler muitos mais livros em 2017. Aguardem o próximo post para ver o desafio de leitura que fiz.

Boa leitura a todos em 2017!

 

Um comentário em “Retrospectiva Literária 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s