Publicado em Literatura

Selvagens

selvagensQuais  limites morais somos capazes de ultrapassar para salvarmos alguém que amamos? O amor justificaria todas as nossas atitudes? É possível dissociar a violência do consumo e do comércio de drogas?  Essas são apenas algumas questões implícitas no livro “Selvagens” de Don Winslow publicado pela Editora Intrínseca. Apesar do pano de fundo ser o comércio de drogas,  a história não tem caráter político ou didático contra ou favor das drogas. Don Winslow simplesmente conta uma história de suspense, ação e reviravoltas. Através de uma narrativa dinâmica, a história de três jovens decolados que acabam se envolvendo  com o narcotráfico é desenvolvida com muita ação e suspense.

Ben, Chon e Ophelia não somente representavam como viviam intensamente o estilo de vida fervilhante da Califórnia. Ophelia é uma garota rica e sem pudores que leva uma vida sem objetivo e propósito, fato com o qual  ela não se importava muito até ser sequestrada. Ben era o típico cara legal, o “doce Ben” como Ophelia chamava. Ambientalista, filantropo, zen, ele de modo mais idealista do que hipócrita tentava viver e fazer negócios negando a relação direta entre violência, drogas e corrupção. Já Chon é o cara realista que sabe como o mundo funciona. Ser um ex-soldado e um mercenário o forçou a lidar com o lado selvagem de si mesmo e dos outros, e por isso ele acreditava que a humanidade era selvagem por natureza. Bastava apenas que as oportunidades surgissem para a selvageria natural do homem vir à tona. Com personalidades, crenças e filosofias tão diferentes eles formavam paradoxalmente um trio nada convencional de amigos, parceiros e amantes.

A vida deles estava fadada a mudar quando Ben e Chon resolveram produzir e comercializar a melhor maconha do mundo. Com a formação em botânica de Ben e a experiência prática de Chon para lidar com o lado sujo do negócio quando necessário (a despeito do idealismo de Ben) eles criaram e comercializaram uma variedade de maconha que, devido aos efeitos que provocava, se tornou altamente lucrativa e famosa entre os usuários. Juntos eles começaram a dominar o mercado, o que acabou despertando a ambição do poderoso Cartel de Baja. Quando se recusam a sair do negócio cedendo tudo para o Cartel ou então a continuar produzindo maconha sob a administração do mesmo, a chefe do Cartel, Elena, ordena o sequestro de Ophelia pois percebe que esse seria o único jeito de forçá-los a fazerem negócios com ela.

A partir do sequestro de Ophelia começam as reviravoltas tanto na trama quanto na vida dos personagens. Por amor e amizade Ben e Chon vão ao limite de suas crenças e ética pessoal. As decisões que tomam, os limites que ultrapassam, tudo ia mudar suas vidas e suas histórias de modo irreversível  Através dos personagens é interessante analisar as incoerências que existem em todos nós e de modo assustador é possível ver como que algumas situações extremas podem acarretar em mudanças radicais em nosso valores. Esta história de ação e suspense provoca questionamentos sobre nossa ética pessoal e sobre o quanto estamos dispostos a perder, e o que somos capazes de fazer pelas pessoas que são importantes para nós.Ela mostra a incoerência inerente nas pessoas, assim como nossa capacidade de amar e de ao mesmo tempo praticarmos as maiores selvagerias e atrocidades contra o próximo.

Um comentário em “Selvagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s