Home>Cultura>Bibliotecas Brasileiras: um Lugar para Construir um País Melhor

Bibliotecas Brasileiras: um Lugar para Construir um País Melhor

As bibliotecas têm a missão de oferecer à sociedade um espaço de informação, cultura, leitura e história. Sem dúvida, são lugares onde a cidadania pode ser exercida num movimento de evolução da criatividade e inteligência. Nas salas silenciosas das bibliotecas que se espalham pelo Brasil e pelo mundo, as pessoas constroem relações com os livros e com a informação de fontes seguras. É um espaço capaz de estimular o pertencimento social por meio das ideias. 

Desde seu surgimento até o incêndio que destruiu a biblioteca de Alexandria, até a Idade Média, a função das bibliotecas estava mais concentrada na custódia, proteção, reprodução e controle de manuscritos. Com a invenção da imprensa e a possibilidade de popularização da leitura,  as bibliotecas passaram a ter papel na aprendizagem e na construção do conhecimento.

Aos poucos, as bibliotecas se transformaram em instituições públicas voltadas à democratização do conhecimento. Porém, no caso das bibliotecas brasileiras, a primeira chegou depois da fuga da corte portuguesa de Napoleão. 

 

Ambiente de leitura: pandemia; velocidade de informação; distância da comunidade

Quando um estudante entra numa biblioteca pública e faz a sua “carteirinha”,  é possível que ele passe a integrar uma comunidade estranha ao seu cotidiano e que abra a cabeça para assuntos e opiniões novas. No país onde os dados sobre leitura afirmam que o brasileiro lê pouco, as bibliotecas, mesmo em tempo de velocidade e facilidade de informação, ainda oferecem forma de obter e reter conhecimento. A verdade é que muita gente nem conhece a biblioteca popular do seu bairro.

Além da crise econômica que atinge o Brasil no momento, do fim do ministério da cultura e em tempos pós-pandemia, há quem nem percebeu que as bibliotecas públicas foram fechadas durante o lockdown de 2020. Passado o pior momento da pandemia de COVID-19, as bibliotecas passam por transformações que precisam readaptar os espaços às novas demandas tecnológicas e sociais. Como receber estudantes que agora convivem com ensino EAD e que dispõem a todo tempo de informação no celular? Só o tempo poderá responder.  

 

Você sabe onde está a biblioteca mais próxima?

No Brasil existem mais de 6000 bibliotecas, segundo informações do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP). De acordo com o sistema nacional as bibliotecas públicas no Brasil podem ser classificadas como: 

Pública – atende ao público em geral, por meio da consulta de acervo promove a leitura e informação para a comunidade em que está localizada.

Pública Temática – acervo direcionado para determinado público. Voltada para público infantil, para assunto determinado. Por exemplo: Biblioteca Pública Municipal Hans Christian Andersen (Temática em Contos de Fadas) (SP) 

Comunitária – mantida por uma comunidade, sem vínculo com o Estado

Ponto de Leitura – livros disponíveis para leitores em espaços alternativos como: hospitais, postos de saúde, terminais rodoviários

Biblioteca Nacional – protege o acervo bibliográfico do país, registro de novas obras. No Brasil está localizada no Rio de Janeiro. 

Escolar e Universitária – geralmente, são os primeiros espaços de contato com livros de muitas pessoas. Nas universidades, tem espaço nas estantes para livros de ficção, trabalhos de divulgação científica e livros técnicos. 

Popular Municipal – perto da sua casa deve ter uma biblioteca. Ela está aberta para a comunidade e recebe eventos da prefeitura como clubes de leitura e saraus. Têm acervo limitado, mas pode oferecer muito material. Procure o sistema de bibliotecas do seu município!

 

Um rolê pelo Brasil e os grandes acervos brasileiros

Além de fazer a sua carteirinha de usuário e conquistar o direito de levar suas escolhas para casa, as bibliotecas são ótimos destinos turísticos. Alguns museus, como o MASP, têm salas confortáveis e com grandes acervos disponíveis. Outras bibliotecas ficam em prédios históricos que merecem a visita. Aproveite o silêncio das bibliotecas de grandes centros para encontrar momentos de paz. Já pensou em visitar bibliotecas enquanto faz turismo pelo Brasil? Aqui está a nossa lista para alguns passeios incríveis:

  1. Mário de Andrade (SP) – Inaugurada em 1925. É o segundo maior acervo documental e bibliográfico do país. Prédio histórico e vale o passeio. 
  2. Biblioteca Nacional (RJ) – Inaugurada em 1810 – criada por D. João VI, maior biblioteca da América Latina. No centro da cidade do Rio de Janeiro, integra a parte histórica da região. Vale a pena visitar e conhecer os outros museus e bibliotecas (CCBB-RJ) nos arredores.
  3. Parque Estadual (RJ) – A biblioteca fundada por D. Pedro II em 1873 e conhecida como Biblioteca Pública do Estado do Rio de Janeiro, foi reformada e reinaugurada como Biblioteca Parque Estadual (BPE). O espaço aberto, com luz natural e sem o ambiente pesado das bibliotecas mais antigas chama atenção no centro do Rio de Janeiro.
  4. Biblioteca Infante D. Henrique, Salvador (BA) – a fachada chama atenção de quem passa pelo lugar. O acervo de mais de 25 mil volumes está na biblioteca também conhecida como Gabinete Português de Leitura de Salvador, fundada em 1863 e parada obrigatória para estudantes e pesquisadores. 
  5. Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, Belo Horizonte (MG) – o prédio projetado por Oscar Niemeyer foi inaugurado em 1954. O acervo tem mais de 550.000 obras e a biblioteca funciona como centro cultural na capital mineira. 
Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta