Home>Biografia>Louise Glück

Louise Glück

Louise Glück, nascida no dia 22 de abril de 1943, na cidade Nova York, é uma renomada poetisa e ensaísta do seu país. 

Ela é uma descendente de judeus da Hungria que imigraram em direção aos Estados Unidos. Desde muito nova, ela recebe bastante incentivo em sua educação com o foco na mitologia grega e nas histórias clássicas, como as obras de Joana d’Arc, por exemplo. 

Dessa maneira, Louise começou a escrever ainda criança, o que fez com que ela sempre conseguisse manter uma relação de fidelidade com os livros e poesias.

Um pouco mais velha, ele acabou passando por sérios problemas por causa de uma anorexia nervosa, o que a levou a passar diversos anos de sua vida fazendo terapia e uma reabilitação.

Durante todo esse período, ela recebeu aulas de poesia, se inscreveu em alguns workshops e foi se desenvolvendo como uma poetisa, o que futuramente iria se tornar uma das suas principais ocupações. 

A estreia dentro da literatura foi no ano de 1968, quando poblicou Firstborn. Uma coleção de seus poemas acabou chamando pouca atenção da crítica da época. Após isso, ela entrou em um certo bloqueio de criatividade, que acabou sendo curado somente quando ela passou a dar aulas de poesia no Goddard College, no ano de 1971. 

A produção daquela época acabou resultando em sua segunda publicação intitulada de The House on Marshland, no ano de 1975. Nesse momento, os críticos da época começaram a reconhecer o a sua obra como um inovador, fazendo com que Louise passasse a ter um pouco mais de visibilidade.

Características e prêmios

As produções de Glück se destacam por possuirem fortes traços de autobiografia. Ela tem o costume de refletir sobre seu casamento, sobre a sua família, algumas passagens do tempo, sobre a morte, alguns traumas e até mesmo sobre as relações entre mãe e filha, por exemplo. Por um outro lado, ela também é considerada uma escritora clássica.

A crítica normalmente descreve as suas poesias como de um controle e toques de elegância. É aquela escrita que vem recheada de figuras do sexo feminino, como a Penélope e a Perséfone, de uma literatura antiga. Esse autora também acaba decidindo evitar alguns recortes específicos. Só para exemplificar, no geral, Louise não opta por fazer distinção de gênero de seus personagens, não delimita a religião ou a afiliação e não opta por inserir relação política. 

Depois de um incêndio que acabou destruindo todos os pertences de Louise Glück, ela foi e escreveu o seu quarto livro, The Triumph of Achilles (1985). 

Os críticos daquela época consideram esse livro como uma obra fundamental. Com essa obra a autora venceu Prêmio National Book Critics Circle de poesia. Logo na sequência, foram publicadas outras obras importantes, como o Arat (1990), The wild Iris (1992), que ganhou o Pulitzer, Averno (2006) e Faithful and Virtuous Night (2014). Ao todo são 12 coleções publicadas por Louise.

Toda essa quantidade de obras publicadas é reflexo da evolução na escrita de Louise, que passou a ser mais compreendida pelos críticos de literatura. Além disso, as suas obras passaram a ser mais procuradas e, por isso, a outrora começou a aperfeiçoar mais os seus trabalhos, fazendo dela uma poetisa de grande credibilidade nos Estados Unidos.

Influência e sua técnica de escrita

Duas das suas principais influências com certeza foram os poetas Léonie Adams e Stanley Kunitz, com quem Louise teve aulas durante o seu período na cidade de Columbia.

Glück acaba sendo mais conhecida pela sua maneira de escrita que, mesmo sendo bem técnica e cirúrgica, acaba não perdendo a sua sensibilidade. 

Ao longo de todos esses anos, vários críticos da literatura fizeram elogios a sua capacidade de ter uma percepção sobre os assuntos mais íntimos que afligem praticamente a todos, como a solidão, as relações na família, o divórcio e a própria morte. Além disso, os seus escritos também fazem um retrabalho de mitos gregos e romanos.

Suas obras são recheadas de referências e técnicas clássicas, mas com um toque que só Glück possui. Por isso, a autora é tão renomada, com diversos prêmios na área da poesia e literatura. Sua capacidade de se comunicar com o leitor faz dela uma das maiores ensaístas atuais dos Estados Unidos.

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta