Home>Arte>Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci

Duas de suas obras, são conhecidas mundialmente e uma delas, chegou até mesmo a ser utilizada em títulos de filmes devido aos mistérios que rondam sua origem, a obra em questão: “Mona Lisa” e a outra, “A Última Ceia” que retrata a última noite de Jesus Cristo com seus apóstolos. Sobre essa última, se formos parar para pensar: já imaginou quantas casas no mundo não tem esse quadro em suas cozinhas? 

Eis o poder da arte, de imortalizar, não somente quem pintou, mas um momento, de dar uma imagem para algo que sobreviveu a passagem dos anos somente através da fala. E Leonardo da Vinci foi um dos maiores pintores que o mundo conheceu.

 

Quem Foi Da Vinci

Leonardo da Vinci foi um pintor italiano que nasceu na pequena aldeia de Vinci, nas proximidades de Florença, Itália no dia 15 de abril de 1452. Leonardo, desde sua infância já demonstrava interesse pelas artes. São seus pais: Pierro e Catarina.

O caminho profissional de Leonardo, começou no ano de 1466 quando, mudou-se com sua família para Florença, onde, aos 16 anos tornou-se aprendiz de Andrea del Verrocchio, que era escultor e pintor. 

Nesse período, Leonardo, conheceu outros artistas emergentes, como: Filippino Lippi, Boticelli, entre outros pintores que também eram protegidos pelo governador Lourenço de Medici. Foi nesse período que Da Vinci teve a oportunidade de participar de um trabalho importante. A pintura “O Batismo de Cristo” de Verrocchio, contou com sua participação. Leonardo pintou a paisagem à esquerda e os anjos.

Por se tratar de um artista de talento, Leonardo da Vinci, no ano de 1478, foi convidado para trabalhar no painel do altar na capela de São Bernardo, no palácio da Senhoria. Depois disso, recebeu uma nova incumbência, desta vez, pintar um painel para a Igreja dos Frades de São Donato, isso ocorreu em 1481. Leonardo foi convidado para outra obra, “Adoração dos Magos”, mas essa não chegou a ser finalizada.

No ano de 1482, Leonardo da Vinci, com seus trinta anos, decidi mudar-se para Milão e, ao chegar, oferece seus serviços de arquiteto, engenheiro e pintor para o Duque de Milão, Ludovico Sforza.

Um ano após chegar a Milão, Da Vinci concede ao mundo a obra “A Virgem das Rochas”. Essa obra tem uma curiosidade. Existem duas versões da pintura: a de 1482, no Louvre e a posterior a obra original, na Galeria Nacional de Londres.

E foi no ano de 1495, em uma parede do Convento de Santa Maria dele Grazie, que Leonardo da Vinci, começa uma de suas mais belas e conhecidas obras “A Última Ceia”. Foram três anos para concluir os nove metros de largura por quatro de altura.

Foi durante esse tempo que pintou a obra “A Dama com Arminho” que nada mais é que o retrato da amante do Duque de Milão, Cecília Gallerani.

Em 1499, Leonardo retorna para Milão para desenhar uma catedral, entretanto, acabou criando esboços para as redes de canais e um vasto sistema de abastecimento de água e irrigação. Também realizou um projeto de urbanização completo da cidade. Mas, por consequência da invasão Francesa, Leonardo, regressa para Florença.

Ao chegar em Veneza, Leonardo decidiu estudar um sistema defensivo para combater a ameaça turca, foi nessa mesma época que seus novos estudos chocaram a todos, principalmente a igreja que considerava seus estudos uma falta de respeito aos mortos. Leonardo se embrenha na dissecação de cadáveres, para estudar a anatomia humana. Foi nessa época que registrou diversos desenhos que compõe o livro “Tratado de Anatomia”.

Quando chegou a Florença, acabou sendo nomeado Engenheiro Militar e é encabido de acompanhar César Bórgia em seus planos de guerra. No ano de 1503, Leonardo começa a pintar uma tela chamada “Gioconda”, e, segundo historiadores, foi um quadro encomendado por Francesco del Giocondo que encomendou um retrato de sua esposa.

Em 1507 é reconhecido como engenheiro e pintor na corte de Luís XII da França. Foi nessa mesma época que conclui uma de suas maiores obras, Mona Lisa de Giocondo que pode ser admirado no Museu do Louvre, Paris.

Entre os anos 1513 e 1516, Leonardo da Vinci vive em Roma, sob a proteção do irmão do Papa Leão X, onde se dispõe aos serviços de Juliano de Medici. Foi durante esses anos que realizou, sua, provavelmente, última obra: São João Batista.

Leonardo da Vinci, com a morte de Juliano, transfere-se para o Castelo de Cloux, em Amboise, França. Nessa mudança leva consigo centenas de desenhos, manuscritos e três quadros que haviam lhe encomendado, mas que não foram entregues.

E no dia 2 de Maio de 1519, no mesmo castelo, Leonardo da Vinci falece. Seu sepultamento foi realizado em Amboise, no convento da Igreja de Saint Florentin.

 

Obras de Leonardo da Vinci

  • O Batismo de Cristo (anjos e paisagens),1475
  • A Anunciação, 1475
  • Ginevra de Benci, 1476
  • Virgem Benois, 1478
  • A Vígem de Granada, 1480
  • A Virgem do Cravo, 1480
  • São Jerônimo, 1480
  • Dama Com Arminho, 1480
  • Adoração dos Magos, 1481
  • Virgem das Rochas, 1483
  • Madona Litta, 1490
  • Retrato de Um Músico, 1490
  • La Belle Ferronniere, 1495
  • A Última Ceia, 1497
  • Salvator Mundi, 1500
  • Virgem do Fuso, 1501
  • Santana, a Virgem e o Menino, 1503
  • A Batalha de Anghiari, 1505
  • Mona Lisa, 1507
  • Virgem dos Rochedos, 1508
  • São João Batista, 1513

Assinatura

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta