Home>Biografia>Sítio Roberto Burle Marx
Foto por Sítio Roberto Burle Marx

Sítio Roberto Burle Marx

Localizado no Rio de Janeiro, o espaço é a antiga morada do paisagista Roberto Burle Marx, transformada em unidade especial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Aos brasilienses que nos leem é fácil saber quem foi Roberto Burle Marx. Sua obra é possível ser avistada em diferentes pontos de Brasília, desde jardins em frente aos palácios na Esplanada dos Ministério, a pequenas intervenções nas entrequadras, como a SQS 308 e o Parque da Cidade. O paisagista é um dos mais reconhecidos e respeitados profissionais no mundo, ícone dos jardins tropicais.

Entre os anos de 1974 e 1994, Burle Marx morou em um sítio na Barra de Guaratiba no estado do Rio de Janeiro, local em que colecionava e tratava diversas plantas recolhidas através de suas expedições à fauna brasileira. Atualmente, o acervo botânico possui mais de 3.500 itens catalogados. Um pouco disso pode ser conferido em duas obras. A primeira, audiovisual, é a Expedições Burle Marx, minissérie de 2015 que apresenta como eram as coletas de plantas vivas em todo o Brasil, a partir da memória dos parceiros de jornada do paisagista, comentando sobre a seleção, descobertas e catalogação realizadas nos anos de 1970 a 80.

A segunda obra é o livro Sítio Roberto Burle Marx, com imagens de todos os ambientes, o leitor pode percorrer a ampla diversidade do acervo da instituição, que inclui arte cusquenha, pré-colombiana, sacra e popular brasileira. Uma cronologia dos principais projetos paisagísticos de autoria de Burle Marx completa a publicação, que realça a grandeza do patrimônio preservado pelo Sítio e a sua importância como lugar de memória: repositório ímpar das múltiplas dimensões da vida e obra do paisagista. Todo o conteúdo se distribui ao longo de 309 páginas ricamente ilustradas.
O livro já foi distribuído gratuitamente a bibliotecas, museus e universidades a partir da Lei de Incentivo à Cultura, e encontra-se disponível em versão digital, que pode ser baixada de forma gratuita. Para saber como adquirir a obra impressa, basta enviar um e-mail a visitas.srbm@iphan.gov.br.

Deixe uma resposta