Home>Cultura>Galeria Nacional em Londres

Galeria Nacional em Londres

Apesar de todos os pesares, essa pandemia que vêm assolando o mundo, deu mais um empurrão para os avanços da tecnologia. Atualmente, é possível visitar alguns lugares sem sair do conforto de sua casa. E falando em lugares especiais, neste artigo falaremos um pouco sobre uma das maiores pinacotecas do Reino Unido: a Galeria Nacional de Londres.

Na Galeria Nacional de Londres, os visitantes tem acesso a mais de 2300 obras de grandes artistas europeus que conceberam suas obras primas entre: o século XIII e o início do Século XX, ou seja, a Galeria Nacional de Londres não se limita apenas aos artistas que ajudaram na construção da história da arte, mas também, os contemporâneos.

A Galeria Nacional de Londres está localizada em um lugar que é considerado o coração da cidade, o lugar ideal para um local que tem como finalidade, guardar uma grande parte da cultura do continente. A Galeria Nacional de Londres, só perde em visitação para o Tate Modern e o Museu Britânico. Caso queira dar uma passada por lá, anote o endereço: Trafalgar Square.

 

Cuidados para visitar a Galeria Nacional de Londres na pandemia

Hoje em dia, com toda essa segunda onda de contágio do Covid-19, muitos países europeus estão fechando as portas novamente para conter as novas contaminações, por isso, para visitar a Galeria Nacional de Londres, é preciso tomar alguns cuidados que podem fazer toda diferença para nossa saúde.

Depois da quarentena, a Galeria reabriu ao público, mas tomando todos os cuidados necessários, como por exemplo, mudando seu horário de atendimento: das 11h as 18h diariamente e nas sextas, até as 21h. E nem preciso dizer que o uso de máscara é algo exigido, preciso?

O acesso a Galeria ainda é gratuita, no entanto, você precisa acessar o site e reservar seu horário com antecedência.  Apesar de não cobrar entrada, a Galeria permite que o visitante faça alguma doação de um valor simbólico para apoiar o museu. Além disso, por causa da pandemia, foi organizado rotas para passeios mais seguros e organizados.

 

Conheça os destaques da Galeria Nacional de Londres

Entre as mais de 2300 obras, algumas acabam se destacando ainda mais devido seu contexto histórico. Veja abaixo algumas delas.

 

  • “The Virgin of the Rocks” de Leonardo da Vinci (sala 66);
  • “The Entombment”, de Michelangelo (sala 8);
  • “Venus and Mars”, de Boticelli (sala 58);
  • “The Supper at Emmaus”, de Caravaggio (sala 31),
  • “Self Portrait at the age of 34”, de Rembrandt (sala 22);
  • “A Young woman standing a virginal”, de Vermeer (sala 16);
  • “Sunflowers”, de Van Gogh (sala 41);
  • The toilet of Venus“, de Velázquez (sala 30);
  • “Bathers” de Paul Cézanne (sala 41) e
  • “Bathers at La Grenouillère” de Monet (sala 41).

 

Mas, não limite-se apenas aos grandes artistas, na Galeria é possível conhecer obras de grandes artistas que, com certeza, contribuíram para a história de arte com muita qualidade e bom gosto. Outro detalhe que vale destacar é: muitas pessoas acreditam que todas as obras expostas pertencem à família britânica, isso não é verdade, todas as artes foram conquistadas via recurso do povo britânico.

 

Outros eventos na Galeria e turnês guiadas

Desde sua inauguração, em 1838, a Galeria Nacional de Londres tem um único intuito: tornar a arte acessível para todas as pessoas independente de seu nível social. E para espalhar esse conhecimento, oferece palestras gratuitas com diversos especialistas da área para transformar a visita em uma experiência enriquecedora. Normalmente, as palestras são realizadas em inglês, contudo, existem audioguias em outros idiomas, incluindo o português de Portugal é claro.

 

Qual o melhor dia para visitar a Galeria Nacional de Londres

Como leram acima, alguns dias a Galeria vai até um determinado horário, e nas sextas-feiras, dá uma estendida até às 21h, portanto, podemos dizer que o melhor dia para visitar é na sexta. E sabe por quê? É nesse dia que a Galeria oferece apresentações diferenciadas, como por exemplo, concertos de música clássica, palestras, entre outros eventos.

Bom, e aí está algumas informações importantes para se ter em mente antes de inventar de conhecer esse local que reúne tantas obras magnificas. Alias, se você pensar em levar aquele lanchinho tradicional para disfarçar a fome, saiba que a Galeria conta com dois restaurantes que oferecem: café da manhã, almoço, jantar e até mesmo o tradicional chá das cinco.

E é isso aí galera, para maiores informações e agendamento, acessem o site oficial da Galeria Nacional de Londres, marquem seu horário e preparem-se para um passeio pelo mundo das artes, da história e da beleza artística que nós, seres humanos, criamos para lembrar de nossa passagem pelo mundo.

 

Assinatura

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta