Home>Cultura>Picasso: O Pintor Que Nasceu Antes do Seu Tempo

Picasso: O Pintor Que Nasceu Antes do Seu Tempo

Um dos maiores nomes da pintura mundial, Picasso foi um dos precussores do cubismo passou por diversas fases diferentes, criando obras únicas.

 

Quem era Picasso

O nome completo de Pablo Picasso consiste em 13 palavras que homenageiam santos, parentes e Matteo Picasso, um pintor neoclássico. Ele nasceu na região da Andaluzia, na Espanha, em 1881. Foi o primeiro filho de Don José, um pintor naturalista, e María Picasso.

Picasso demonstrava a inclinação para as artes desde muito novo. Suas primeiras palavras foram “piz, piz”, que significa lápis em espanhol. Aos 7 anos, ele estudou artes com o seu pai e, anos depois, Don José convenceu os coordenadores de uma universidade a aceitar que Picasso realizasse o vestibular, mesmo sem a idade suficiente. Assim, ele se tornou universitário com 13 anos de idade.

Com 19 anos, ele foi até Paris a fim de estudar. Mas passou muitas dificuldades financeiras e teve até que queimar os próprios trabalhos na lareira para se manter aquecido. No ano seguinte, ele se mudou para Madrid e criou uma revista anarquista com um amigo. No final da Primeira Guerra Mundial, Picasso começou a projetar apresentações de balé. Em 1918, ele se casa com Olga Khokhlova, uma bailarina que desfilava em um evento de Erik Satie, em Roma. 

Ele e Olga tiveram um filho, Paulo Picasso, que acabou se tornando motociclista e motorista do pai. Picasso era boêmio e Olga era aristocrata, queria ir a festas da alta sociedade e manter a compostura. Isso contribuiu para que Picasso começasse um caso com Marie-Thérèse, uma jovem de 17 anos. Futuramente ele tem uma filha também com ela, Maya. Porém, Pablo nunca se casou com Marie-Thérèse. 

 

Segunda Guerra Mundial

No período da Segunda Guerra Mundial, Picasso não se submeteu ao estilo artístico nazista, por isso era perseguido pela Gestapo. Daí compartilham a história de um soldado ter visto uma foto de “Guernica” e perguntado se foi Picasso quem fez, ele responde que não, que foi ele, o responsável por aquela imagem. 

Nos anos 30, o artista experimentou os poemas, escrevendo mais de 300 textos. Aos 63 anos de idade, iniciou outro relacionamento amoroso, com uma estudante de artes, Françoise Gilot, com quem teve mais duas filhas: Claude e Paloma. Depois de Françoise, ele teve mais duas cônjuges. 

Nos anos 50, passou a criar esculturas e aparecer em alguns filmes. Ele morreu em 1973, por doença cardíaca.

 

 

As 5 fases artísticas

Uma das classificações mais famosas das suas pinturas é a das 5 fases:

  1. Azul

Como indica o nome, é a fase das pinturas azuis e também esverdeadas. Quando havia figuras humanas, tratavam-se de prostitutas e mendigos. “La Vie” é um dos exemplos dessa fase.

  1. Rosa

O clima se alegra, com cores rosas e alaranjadas. Ele pintava saltimbancos e arlequins. “Arlequim de Barcelona” é um exemplo.

  1. Africanismo e Primitivismo

Inspirado na cultura lusitana e em itens africanos que ele observou em um museu. O novo estilo chocou a muitos, Matisse, por exemplo, julgou “Les demoiselles d’Avignon”, o quadro que melhor simboliza essa fase, uma farsa.

  1. Cubismo Analítico

Nesse momento, junto com o francês Georges Braque, utilizava cores neutras e amarronzadas. Eles separavam objetos e analisavam-nos. “Ma Jolie” é um exemplo.

  1. Cubismo Sintético

Foi uma espécie de aperfeiçoamento do Cubismo Analítico, desenvolvido em 1915, de forma mais contemporânea. Nessa última fase, o espanhol colava pedaços de de jornal ou de papel de parede nas telas. Os objetos que eram pintados eram minimalistas e geométricos. Com o tempo, seu trabalho foi se aproximando do que foi chamado “Surrealismo”.

 

Picasso pintou e fez esculturas, uma coisa e depois a outra. Mas você já imaginou os quadros cubistas ganhando representação 3D? Confira as obras de Picasso adaptadas em esculturas tridimensionais.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta