Home>Literatura>O Homem de Montana

O Homem de Montana

“Eu preciso de você Lily. Você vai ser minha.”

Venho apresentar a vocês o livro “O Homem de Montana”, entre de carona nesta resenha e divirta-se!

Quando comprei este livro não tinha muita fé na historia, pra dizer a verdade, achei que seria apenas mais um romance para passar o tempo e que logo depois o trocaria, mas estava completamente enganada. Esta encantadora historia da autora Barbara Delinsky, foi o meu primeiro livro que li da autora e espero que não seja o único.

A História

Logo no começo já somos apresentados a vida de Lily Danziger, mãe de um bebê lindo que acaba de vir ao mundo. Recentemente divorciada de um marido rico e adúltero, Lily é uma garota frágil em busca de vida nova. Talvez tenha sido pela sua vida ter ido ladeira abaixo que tanto me simpatizei por ela, apesar de muitas vezes ter tido vontade de sacudi-la. Além de nossa querida Lily o livro nos apresenta Quist, um cowboy sexy, calado, um pouco mal humorado que não confia nas mulheres, mas o tipo de homem que você gostaria de se perder na neve dentro de um carro, (rs), vamos a historia depois de tantas apresentações.

Lily e Quist não se conhecem em uma maneira normal, pelo menos não de uma maneira que você possa esperar uma relação amorosa. Mas acho que foi isto que os aproximaram no final das contas. Ela esta dirigindo com sua filha Nick quando nosso cowboy pede uma carona, no meio de uma nevasca. Ok, apesar de Quist me conquistar na historia, não teria tido a coragem de dar carona a um estranho com minha pequena filha no meio do nada. Mas nossa brilhante Lily com seu coração grande logo aceita, também não se pode condena-la já que com sua fragilidade ela esperava que fosse útil ter alguém para ajudá-la caso precisasse com a nevasca e como já se era esperado o carro fica preso com eles, sem gasolina.

 

O que esperar do livro

O interessante de o Homem de Montana é que eles não ficam presos a espera de um milagre, a fome pela vida clama mais alto o que os leva a uma pequena cabana perdida no meio de toda neve, morri de medo durante a viagem deles. Nick, a bebezinha de Lily foi muito forte para o bem dos meus olhos que ficariam inchados de lágrimas imaginando que algo poderia acontecer com ela.

Quist se mostra um verdadeiro homem, um ponto de segurança, e Lily apesar de tudo nos rende ótimas cenas com toda a sua doçura e amor por sua filha. Os dois juntos formam uma mistura explosiva, cheia de amor, sensualidade e muita força. O tempo em que eles passam juntos causa arrepios em qualquer um, o típico casal que todos leitores amam, os dois se completam. E apesar de Lily ter acabado se sair de um relacionamento conturbado torci para ficarem juntos do começo ao fim.

O Homem de Montana é um livro muito fofo, indico para todas aqueles que estão precisando de um romance puro em sua vida, algo para passar o tempo e sonhar, e é claro mostrar a força de vontade e a luta pela vida. Fica dica e até a próxima resenha. E não se esqueçam o amor pode surgir em condições que você nem imagina.

 

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta