Publicado em Literatura, Literatura Estrangeira, Literatura Infanto-Juvenil

Martin e Rosa

arte_MartinERosa_f.inddO que surge em sua mente quando você pensa em livros para crianças?  Talvez eu denuncie minha idade agora, mas até poucos anos atrás eu tinha uma ideia de que livros para crianças eram aqueles bem infantis, com uma frase por página e um milhão de ilustrações, para crianças que estão aprendendo a ler. Ou então livros com histórias velhas conhecidas nossas, de contos infantis que a gente aprende na escola ou escuta dos nossos pais. Não que isso seja algo ruim, claro que não, mas percebi como essa ideia era limitada, porque existe uma infinidade de livros para crianças, com temas variados e superinteressantes. Descobri isso depois que minha sobrinha veio ao mundo e quis incentivar a leitura para ela, assim como fui incentivada por minhas tias e minha mãe.

Foi nessas buscas de livros para crianças que encontrei Martin e Rosa, escrito por Raphaële Frier e ilustrado por Zaü. Esse livro fala sobre a luta pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos, através da história de Rosa Parks e Martin Luther King. Achei que poderia ser um presente muito didático para uma criança e uma maneira de ensinar história na linguagem dela. Realmente é assim, mas tenho algumas observações a fazer após ler o livro.

Primeiro, o livro não é para crianças muito pequenas. A indicação dele é infanto-juvenil e eu recomendaria para crianças a partir dos 12 anos. Apesar de ter uma linguagem simples, o livro traz várias referências que são um tanto quanto complexas para explicar ou apresentar para crianças de 7 anos, por exemplo. Vejam bem, não estou dizendo que assuntos como direitos civis e racismo não devem ser discutidos com crianças dessa idade, apenas que a linguagem do livro não me parece adequada para crianças pequenas.

Segundo, considerando que o livro é direcionado para crianças, não achei ele tão envolvente. Claro que o assunto é muito interessante, mas o livro em si conta a história de uma maneira meio vaga. Como eu falei antes, ele é cheio de referências, mas não explica muito bem nenhuma delas no processo de leitura. A explicação vem no final do livro, numa seção chamada “Para compreender melhor”, onde consta textos, fotos, mapas, documentos, que explicam melhor o tema abordado no livro. É muito bacana essa seção, mas na minha opinião não parece muito atrativa para uma criança. Pode ser uma ótima fonte para um trabalho escolar, ou para crianças mais velhas, ou até mesmo adolescentes, mas é uma leitura um pouco mais pesada. Eu não entendo porque todas essas informações não estão no decorrer do livro, digamos, na parte literária mesmo, pois poderia ser muito mais interessante para uma criança.

Bem, apesar disso, gostei do livro. As ilustrações são maravilhosas, é algo para se admirar à parte, por elas mesmas. Além disso, acho que qualquer iniciativa para abordar temas como esse já é muito válida. Como falei antes, acredito que para crianças mais velhas pode ser muito mais interessante e educativo, portanto, um ótimo presente.

Esse só um dos livros com os quais podemos incentivar a leitura às crianças que estão ao nosso redor. Se vocês conhecem outros, deixem aí os comentários com indicações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s