Home>Cultura>Entenda a Influência da Internet na Cultura Jovem

Entenda a Influência da Internet na Cultura Jovem

Desde que foi disponibilizada para a sociedade em geral, ainda nos anos 1990, a influência da internet é discutida por educadores, responsáveis, pesquisadores sociais e demais interessados no assunto. 

A verdade é que grande parte do foco está em como a internet influencia crianças e adolescentes, que devem ser considerados, antes de tudo, consumidores atentos sobre determinadas mensagens que são passadas em mídias digitais. 

Dentro da cultura jovem, eles absorvem tudo o que ouvem e vêem em diferentes mídias, incluindo:

  • Fóruns de discussão;
  • Jogos eletrônicos;
  • Plataformas de áudio e vídeo;
  • Redes sociais;
  • Sites especializados;
  • Informações e interações por meio dessas mídias.

Em um primeiro momento os responsáveis podem ajudá-los a desenvolver certas habilidades para encarar a influência da internet, como encontrar o anúncio de Balança comercial acessível para população de baixa renda. 

No entanto, alguns alertas também se fazem necessários, como o tempo de uso, as comunidades que frequentam e a separação do real/virtual.

Assim, com o passar do tempo em frente às diferentes mídias digitais, a publicidade dirigida a crianças de todas as idades também se faz presente e, em alguns casos, pode ser encarada como uma forma de aprendizado. 

Isso significa que crianças e adolescentes estão cada vez mais conscientes de marcas e imagens, o que também demanda atenção sobre a influência exercida e os impactos no processo de consumo – e até leis voltadas a propagandas para esse público.

 

Qual o perigo da influência da internet?

A influência da internet também pode ser indireta, como incluir imagens e conteúdo sexualizado em redes sociais como Twitter, Facebook, Tik Tok e Instagram.

Linguagem chula e imagens gráficas e violentas também podem ser incluídas nos portais de notícias, videogames, documentários e, em muitos casos, até mesmo em letras musicais, demandando cuidado. 

Esse tipo de influência da internet pode sugerir à cultura jovem que certas maneiras de se comportar e parecer são aceitas pela sociedade.

De fato, as redes sociais, e outras mídias eletrônicas, podem ser apontadas como fatores positivos para fabricantes de máquinas e equipamentos industriais, mostrando que a influência da internet também tem um lado bom nas atitudes e comportamentos dentro da sociedade.

Por esse motivo, de modo a obter as benesses das plataformas online, e ainda preservar os jovens, responsáveis, marcas e os próprios adolescentes precisam se atentar a alguns aspectos e adotar conhecimento e boas práticas no uso dessas mídias.

 

Cidadania trabalhada em diferentes mídias

Crianças e adolescentes que estão expostos e se interessam pelo portal de notícias são mais propensos a se interessar por grandes questões sociais e políticas, como as mudanças climáticas. 

Para serem cidadãos responsáveis, é preciso incutir na cultura jovem informações confiáveis ​​e de qualidade. 

Contudo, as redes sociais e outras mídias, por vezes, são usadas de maneira negativa para a divulgação de muitas informações incorretas e compartilhamento de teorias conspiratórias.

Por exemplo, notícias falsas ou deep fakes podem influenciar um jovem a acreditar em informações erradas sobre um político, figura pública ou celebridade. 

Já fóruns online podem promover atitudes tendenciosas ou odiosas em relação a grupos e pessoas específicas.

Por uma ótica otimista, a mídia pode encorajá-los a se envolverem mais como cidadãos dentro das próprias comunidades, propondo o Ensaio de dureza para instituições de ensino.

Da mesma forma, especialistas não concordam se a violência nos videogames e a influência da internet leva à agressão ou brutalidade na cultura jovem na vida real atual, havendo diversos estudos nesse sentido. 

Apesar disso, há um consenso sobre a melhor maneira de lidar com a questão da violência nos videogames, e que é – inclusive – apresentada na internet, que é conversar com os jovens sobre isso e compartilhar os próprios valores familiares, criando uma separação entre situações de vida e de jogo.

 

Saúde e estilo de vida 

A fase da adolescência é repleta de descobertas e novidades, permitindo a captação de mensagens importantes sobre promoção da saúde, desenvolvimento pessoal e profissional, interações e reformulação de crenças.

Com isso, pode-se ver mais sobre profissões em áreas específicas, como Aluguel de empilhadeira para empresas, até mesmo verificar fatos curiosos sobre o mundo. 

Isso pode incluir mensagens destinadas a prevenir a depressão e o suicídio dos jovens, promover relacionamentos positivos e respeitosos ou incentivar hábitos de alimentação e estilo de vida saudáveis.

No entanto, não são apenas canais de confiança que divulgam informações nesses espaços e as fontes devem ser verificadas para garantir o pleno uso das plataformas e uma formação mais saudável.

 

Identidade comportamental e ideológica

Programas de TV, filmes e seriados disponíveis em plataformas de vídeo e streaming podem ajudar a cultura jovem a explorar aspectos de identidade, como gênero, relacionamentos, ética e sexualidade. 

Quando os adultos assistem juntos a um capítulo de uma novela ou seriado que aborda esse tipo de assunto, abre uma janela de possibilidades para se discutir o que é certo e errado, o que está dentro dos princípios civilizatórios e o que pode ser questionado como sociedade. 

Vale lembrar que a influência da internet, positiva ou negativa, está em uma posição de disputa quanto às atitudes e ao comportamento dos jovens, assim como Anéis de segmento  competitivos são encarados no mercado.

Existem muitos outros tipos de influência, como a própria família, colegas da escola, amigos de infância, antecedentes culturais, entre muitos outros aspectos que devem ser levados em consideração 

Em muitos casos, essas influências podem ser mais poderosas do que a influência da internet. Mas, de modo geral, todos esses aspectos se fortalecem e se unem para formar as crenças e bases dos jovens.

 

Influência da internet que se mostra negativa

As mensagens encontradas em diferentes mídias servem como exemplo de como a influência da internet pode ser negativa no comportamento e compreensão dos jovens (inclusive sobre eles) em determinadas áreas, incluindo:

  • Autoestima;
  • Cidadania;
  • Imagem corporal;
  • Saúde.

A autoestima e a imagem corporal de um adolescente podem ser reflexo de influenciadores digitais, ou mesmo pela publicidade que mostra “corpos perfeitos”, quando na verdade são resultado de procedimentos estéticos ou ajustes digitais. 

Em determinados casos, um jovem que acompanha de forma regular determinados influenciadores pode demandar a explicação sobre a vida e imagem encenadas e editadas, ou seja que há muitos aspectos filtrados por aplicativos digitais e até mesmo encenadas, para que separem sobre o que é idealizado e real.

Um influenciador musculoso, ou uma influenciadora com corpo esbelto devem ser encarados como irreais, pois a realidade de cada um é diferente, e isso torna a sociedade ampla e plural. 

Vale lembrar que muitas vezes os influenciadores são pagos para mostrar o que seria ideal e perfeito e endossar o uso de determinados produtos.

Essas imagens podem ser ainda mais poderosas quando não há quem discorde de mensagens como a cintura fina é ideal, ou os braços musculosos fazem a diferença. 

Ou seja, é necessário que haja contrapontos, seja com outros perfis sendo seguidos ou o reforço nos demais ciclos de convivência.

 

Estilo de vida pode ser influência da internet 

A influência da internet pode refletir em decisões que jovens tomam sobre a própria saúde e estilo de vida, como o concentrador de oxigênio preço, que deve ser discutido junto aos entes próximos.

Por exemplo, mensagens e conteúdos de uma rede social podem estimular determinadas práticas em grupo ou individualmente, bem como pode repercutir determinados estilos de vida e gostos, como consumir lanches, álcool e até recorrer a uma decoração específica.

Como ponto em comum, muitas celebridades, esportivas e culturais, além de influenciadores digitais, podem ser figuras de destaque e a seguir na vida.

Em particular, os jovens podem ser atraídos por estilos de vida, produtos ou comportamentos que celebridades e influenciadores promovem nas redes sociais. 

Isso às vezes pode ser uma influência negativa, como um comportamento arriscado realizado por dublês ou algo positivo, como a prática de esportes. A verdade é que nessa fase eles buscam ainda mais por reforço e identificação de comportamentos.

Vale lembrar que existem muitas celebridades que possuem um estilo de vida repleta de valores e comportamentos que merecem ser reproduzidos, como aqueles que defendem o meio ambiente ou os animais, assim como a ciência e a educação plural.

O que se deve endossar, e a cultura jovem precisa estar ciente, é que muitas pessoas, entre influenciadores e celebridades, recebem um cachê para anunciar os produtos e serviços de Máquina De Solda Mig Mag que consomem. 

Assim, é preciso reconhecer essas práticas também e se a recomendação do profissional é por realmente usarem e acreditarem nessas marcas.

 

Pais e mães encaram a influência da internet

A exposição às mensagens e a influência da internet faz parte da vida moderna, mas pais e mães, entre outros responsáveis, até mesmo professores, podem ajudar os jovens a descobrirem o que vale a pena prestar atenção.

 

1. Falando sobre as mensagens digitais

A melhor maneira de ajudar um adolescente a navegar pela influência da internet é falar sobre as mensagens encontradas por todos os sites e redes sociais.

Por exemplo, se uma jovem gosta de assistir a canais de beleza no YouTube, pode-se falar sobre publicidade e patrocínio de produtos e serviços de junta de vedação para aqueles que estão prestes a entrar na faculdade e querem saber sobre o mercado de trabalho.

Ou se um adolescente gosta de um jogo de computador de gosto duvidoso, os responsáveis podem falar sobre violência, exploração de mulheres e atividades criminosas. 

Outro aspecto é falar sobre como esses jovens lidam com essas situações na vida real.

2. Incentivando uma atitude questionadora

Ao falar sobre a influência da internet com um jovem, vale incentivar a fazer perguntas também.

Isso pode ajudar a separar fatos de opinião, identificar publicidade e notícias falsas, entender preconceitos e estar ciente do uso indevido de estatísticas.

Crianças e adolescentes, às vezes, precisam de ajuda para sair de fóruns negativos e encontrar espaços online que correspondam aos valores que realmente valem a pena e estão de acordo com o que a sociedade entende dentro das normas, levando o bom senso em consideração.

 

Equilíbrio social sob a influência da internet

Ajudar os adolescentes a equilibrar a influência da internet com outras atividades, como exercícios físicos, recreação criativa e socialização em parques públicos, pode fazer com que eles entrem em contato com uma gama de exemplos no mundo real.

Isso inclui jovens da mesma faixa etária, mentores da comunidade e familiares, bem como a história ocorrendo em tempo real.

 

Conclusão

Os responsáveis devem estar atentos quanto à influência da internet e outras mídias digitais, e mostrar os modelos positivos que podem ser encontrados na rotina da vida longe de equipamentos eletrônicos. 

Há diferentes formas de se fazer isso, como participar de aulas de teatro ou circo, grupos comunitários de bairro, clubes esportivos e sociais. 

Por fim, pais e mães, em um amplo aspecto, são o modelo que importa para crianças e adolescentes. 

Dessa forma, ser um consumidor questionador e bem informado apenas mostra aos jovens como lidar com a influência da internet, e todas as outras mídias que estão ao redor e a sociedade, de alguma maneira. 

 

Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta