Home>Biografia>Quem foi Buchi Emecheta

Quem foi Buchi Emecheta

Florence Onyebuchi Emecheta, mais conhecida como Buchi Emecheta, é uma escritora da Nigéria que foi radicada na cidade de Londres. Buchi é conhecida por escrever inúmeras peças de teatro e obras literárias para crianças. Ele foi a autora de mais de 20 livros, incluindo as obras The Joys of Motherhood e Second Class Citizen.

Os temas trabalhados por Buchi costumavam ser sobre a escravidão, maternidade, independência feminina e liberdade através da educação e ganharam proeminência e reconhecimento pelo meio literário. Em seus livros é comum encontrar conflitos entre tradição e modernidade Confira a sua trajetória.

 

Biografia

Buchi nasceu em lagos, na Nigéria, no ano de 1944. O seu pai era um trabalhador de ferrovia, e por causa dos preconceitos com gêneros, Buchi ficava em casa quando criança enquanto o seu irmão ia para a escola. Depois de um tempo ela conseguiu convencer os seus pais sobre as vantagens de receber educação como todos, podendo frequentar escola só para meninas.

Com nove anos o seu pai faleceu graças a complicações de um ferimento que ele teve em um pântano, quando servia para a Lord Louis Mountbatten. Depois de um ano, Buchi ganhou uma bolsa para estudar em uma escola metodista para meninas no Yaiba, um subúrbio de Lagos, onde ficou até os seus 16 anos.

Nesse ano ela acabou se casando com Sylvester Onwordi, a quem tinha sido prometida quando tinha apenas 11 anos. O seu marido se mudou para Londres para fazer faculdade e Buchi se juntou a ele com seus dois primeiros filhos em 1962. Esse casamento rendeu cinco filhos em seis anos.

Porém, o casamento foi bastante violento e infeliz. A fim de se manter produtivo e sã, Buchi escrevia no seu tempo livre. Porém, o marido suspeitou da sua escrita e acabou queimando o seu primeiro manuscrito. Essa obra foi reescrita e publicada em 1976 com o título “The Bride Price”.

Com 22 anos, quando estava grávida de seu quinto filho, Buchi largou o marido. Enquanto ela trabalhava na biblioteca do Museu Britânico para sustentar os seus filhos sozinha, Buchi também conseguiu um bacharelado pela Universidade de Londres em 1972. Logo depois, recebeu um doutorado pela mesma universidade em 1991.

As primeiras obras de Buchi, In the Ditch de 1972 e Second-Class Citizen de 1975 abordam as dificuldades de ser uma mãe divorciada e imigrante em Londres. Seguiram-se livros sobre a luta das mulheres africanas para na sociedade patriarcal: The Bride Price(1976), The Slave Girl (1977), Kehinde (1994) e The new tribe (2000), entre outros.

 

Morte

A escritora sofreu um AVC no ano de 2010 que acabou a deixando muito debilitada. Porém, ela conseguiu conviver com as sequelas até o ano de 2017, quando faleceu no dia 25 de janeiro com 72 anos. Buchi deixou três filhos: Sylvester, Alice e Jake. Os seus filhos Christy e Floresce faleceram antes dela.

Buchi Emecheta deixou um legado gigante na literatura moderna. Mãe solteira e imigrante, levou para o mundo mais uma visão sobre a vida das mulheres africanas e as suas respectivas realidades.  Mostrou que a educação consegue mudar tudo, inclusive um futuro predestinado.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta