Home>Arte>Confira a trajetória de Fernando Vilela

Confira a trajetória de Fernando Vilela

Escritor, ilustrador e artista plástico brasileiro, este é Fernando Vilela.  Artista renomado dentro da classe artística, ele transforma e encanta em suas obras.

 

O artista costuma trabalhar com fotografia, pintura e gravura, e expõe com certa frequência as suas obras de arte no exterior e também no Brasil. Fernando é casado com a artista plástica e também escritora Stela Barbieri, com quem vive a anos. 

Além de ilustrador e escritor, Fernando Vilela também trabalha como professor de artes e como pintor. Confira a trajetória e um pouco mais sobre a carreira do artista.

 

Trajetória

Fernando Vilela nasceu no ano de 1973, na cidade de São Paulo. Como é de se imaginar, desde a sua juventude que ele mantinha contato com a arte, influenciando diretamente na escolha de sua carreira.

Já sabendo que iria seguir na carreira artística, Fernando não pensou duas vezes em cursar artes na faculdade. Ele é graduado em Artes Plásticas pela UNICAMP e mestre pela ECA-USP. Atualmente, ele exerce inclusive a profissão de professor de artes, fazendo jus à sua formação.

Desde cedo sendo artista, Fernando Vilela decidiu se dedicar à literatura infanto-juvenil. Foi nessa categoria que o artista firmou o seu nome, sendo responsável pela ilustração de mais de 60 livros. As suas contribuições não se limita a literatura brasileira.

Além de escrever e ilustrar obras em português, Fernando também ilustrou alguns livros internacionais. Na verdade, a sua carreira internacional em si é bem consolidada. A sua esposa Stela Barbieri, que também é artista plástica e escritora, também já trabalhou em parcerias com Fernando.

 

Carreira de escritor e ilustrador

 

Com sua formação e bagagem, Fernando não se mantém apenas como professor, sendo um artista ativo que exibe suas obras em diversas galerias ao redor do mundo.

Fernando ele já realizou diversas mostras importantes tanto no Brasil quanto em países de fora como a Bélgica, os Estados Unidos, a França e o México. 

Por essa razão, quando decidimos falar sobre as obras de Fernando Vilela ficou quase impossível citar todas. Isso porque, com tantos anos de carreira, Fernando acabou ilustrando mais de 60 livros para crianças e adolescentes. 

Como já apontamos, os seus livros não são todos em português. Assim como já exibiu suas obras em outros países, Fernando também já escreveu e ilustrou inúmeras obras internacionais.

Ou seja, Fernando ilustrou obras de editoras estrangeiras e nacionais, tornando- se um dos principais ilustradores do gênero. Treze desses livros são de sua autoria, confira eles:

 

  • Abrapracabra! – editora Brinque Book.(2012)
  • Os heróis do tsunami – editora Brinque Book.(2011)
  • Eu vi – editora Brinque Book. (2011)
  • O disfarce dos animais – editora Brinque Book.(2011)
  • Onde eles estão – editora Brinque Book.(2011)
  • Seringal – editora Scipione.(2010)
  • O barqueiro e o Canoeiro – editora Scipione.(2008)
  • A Comilança – editora DCL.(2008)
  • OlemaC e Melô – editora Cia das Letras.(2007) 
  • Tapajós – uma aventura nas águas da Amazônia – editora Ática.(2007)
  • Le Chemin, editora Autrement – França.(2007)
  • A Toalha Vermelha – editora Brinque Book.(2007)
  • Lampião e Lancelotte – editora CosacNaify.(2006)

Premiações

No ano de 2004 ele  recebeu o prêmio de Ilustrador Revelação da FNLIJ por Ivan filho-de-boi (Cosac & Naify). Aliás, são inúmeros os prêmios que Fernando Vilela recebeu ao longo de sua carreira. 

Ilustrando e escrevendo inúmeras obras, tanto para fora quanto para dentro do Brasil, os prêmios vieram em grande quantidade. Confira algumas dessas premiações:

  • Prêmio FNLIJ (2004 e 2007)
  • Jabuti de melhor livro infantil (2007)
  • Jabuti de melhor ilustração (2007)
  • Menção Honrosa Novos Horizontes do Prêmio Internacional do Salão Jovem de Bolonha (2007) Prêmio IBB7 (2008)
  • Prêmio FUNARTE de arte contemporânea por sua obra como artista plástico. (2010)
  • Troféu Monteiro Lobato de Literatura Infantil no Prêmio 30 Melhores Livros Infantis do Ano – CRESCER 2012. (2012)
  • Prêmio FNLIJ na categoria reconto por livro Simbá, o marujo, por livro escrito por Stela Barbieri e ilustrado por ele.(2012).

 

Os seus prêmios refletem muito sobre a trajetória de Fernando Vilela. Com mais de 40 anos de vida, boa parte deles são dedicados à arte.

Desde a infância e juventude até a fase adulta, Fernando respira arte e contribui ativamente para a literatura para crianças e jovens do Brasil e do mundo.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta