Home>Principal>Edgar Allan Poe – O Maior Poeta Americano

Edgar Allan Poe – O Maior Poeta Americano

Edgar Allan Poe foi um importante escritor, poeta, editor e crítico literário dos Estados Unidos, considerado um dos maiores poetas do país. 

Edgard é o autor do famoso poema “O Corvo”, um clássico dos Estados Unidos. O poeta ainda escreveu contos com o tema mistério, responsável por inaugurar um novo estilo e gênero na literatura. Confira um pouco da trajetória desse lendário poeta estadunidense.

 

Biografia 

Edgar Allan Poe nasceu no dia 19 de janeiro de 1809, na cidade de Boston, nos Estados Unidos. Ele era filho de dois atores ambulantes, e quando tinha apenas um ano de idade, o seu pai abandonou a sua casa e, no ano seguinte, a sua mãe faleceu. 

Quando Edgard tinha dois anos, ele foi adotado por um comerciante rico da Escócia. Fez os seus primeiros estudos na cidade Glasgow, no país do seu pai adotivo, e depois foi para um internato na capital inglesa, onde a sua família acabou se estabelecendo.

Quando tinha 11 anos, no ano de 1820, Edgard já tinha retornado aos Estados Unidos e, de volta a sua terra natal, o jovem continuou os seus estudos em uma escola de Richmond, no estado da Virgínia.

Nos Estados Unidos foi onde ele começou a escrever os seus primeiros poemas, datados em 1893. No ano de 1826 ele ingressou na Universidade de Virgínia. Foi nesse período que ele passou a se envolver com o álcool e o jogo, desenvolvendo um vício. Edgard possuía uma relação bastante conflituosa com o seu pai adotivo.

 

Primeiros Poemas

Edgard só publicou o seu primeiro livro com poemas em 1827. O livro “Tamerlão e Outros Poemas” foi a sua obra de estreia na poesia, e a partir desse momento ele não parou mais.

Em 1829 decidiu morar com a sua tia e a prima e, em 1830, Edgard Allan Poe ingressou na Academia Militar de West Point, mas foi expulso oito meses depois acusado de indisciplina.

No ano de 1831 publicou o seu segundo livro intitulado “Poemas”, que trazia alguns dos seus pensamentos em texto. Em 1833 o escritor recebeu um prêmio do Saturday Visitor, por seu “Manuscrito Encontrado Numa Garrafa”.

Ele continuou escrevendo poesias e seu nome já era conhecido pelo público. Em 1835  Allan Poe começou a trabalhar como editor literário na Soltber Literary Messenger. Essa foi uma etapa muito importante na história do poeta.

Foi nesse mesmo ano que Allan Poe se casou com a sua prima, que tinha somente 13 anos. O seu dilema com o vício em bebida acabou se agravando, fazendo com que ele fosse despedido de seu emprego. Se mudou para Nova Iorque, onde trabalhou em alguns periódicos e escreveu as suas obras e trabalhos com poesias. 

 

Características das Obras de Edgar Allan Poe

Independente do seu período de vida, Allan Poe acabou deixando poesias, romances e contos com os temas pautados no mistério e no horror. Boa parte das suas obras conseguiam explorar a temática do sofrimento provocado pela morte. 

O poeta também disse que nada podia ser mais romântico do que um poema com tema sobre a morte de uma mulher bonita. Toda essa melancolia e mistério fez com que Allan Poe despertasse o interesse do público e crítica da sua época.

Ele é até hoje considerado o pioneiro do conto policial, onde ele também fazia seus poemas mergulharem nas narrativas de morte e na tristeza, que refletiam todos os tormentos do autor.

Por outro lado, ele possuía uma enorme capacidade analítica, sendo considerado o pai das histórias de detetive que conhecemos hoje. A sua primeira novela policial foi lançada em 1841, e se chama “Assassinatos na Rua Morgue”.

Os seus livros e poemas foram um grande marco para a literatura estadunidense contemporânea, tendo como destaque o “Conto do Grotesco e Arabesco”, publicado em 1837. Essa e outras obras influenciaram diversas gerações de escritores de livros de terror e suspense. 

 

 

Tragédias e últimos anos

A sua vida sempre foi marcada pelo problema com jogos e pela sua dependência química com o álcool. Esses problemas fizeram com que ele fosse demitido e perdesse muitas coisas em sua vida.

No ano de 1847, Allan Poe perdeu a sua esposa, e o falecimento dela acabou agravando mais ainda todo o seu problema com vício em álcool.

Em 1849, depois de viajar de Richmond até Baltimore, ele se perdeu pelas ruas, sendo encontrado bêbado, delirando dentro de uma taberna. Ele foi levado para um hospital, onde passaria seus últimos dias. Edgar Allan Poe morreu em Maryland, na cidade de Baltimore, no dia 7 de Outubro de 1849, aos 40 anos.

 

 

 

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta