Home>Principal>1+1 – A matemática do amor

1+1 – A matemática do amor

Antes de falar sobre a história que o livro entrega, irei dar luz a uma curiosidade a respeito da maneira como o livro 1+1 – A matemática do amor (Augusto Alvarenga e Vinícius Grossos, Faro Editorial, 2016) foi escrita.
Os autores, dois jovens, se reuniram para desenvolver uma história sobre um relacionamento entre dois adolescentes, com personalidades muito diferentes. Ambos passando pelas descobertas e incertezas, que acometem a fase que antecede ao se tornarem adultos. Cada autor ficou com a responsabilidade de escrever sobre um personagem, dando voz, cores e sons ou ao Bernardo ou ao Lucas, personagens centrais da trama. Sendo assim quando um escrevia um capítulo, que é narrado intercalado entre os personagens , o outro autor continuava a história. Uma curiosidade interessante que permeia da criação até a essência do livro : 1 + 1.

Sinopse

O livro é sobre a vida de Bernardo e Lucas, dentro de um espaço de tempo curto: as férias de verão. São dois amigos de infância, inseparáveis e assim como qualquer adolescente, uma amizade repleta de desafios e choques de realidade.
Bernardo é um jovem atlético, membro de uma equipe de esporte da escola, um rapaz atraente, que chama atenção das meninas. Lucas, faz contraponto em alguns requisitos: um jovem magro, apaixonado por cinema, extremamente ligado a sua mãe e aparentemente mais frágil. E aqui param todas e quaisquer diferença entre eles. Pois o que os unem, faz com que cada diferença se torne pequena e invisível.
Filhos de casais que também amigos entre si, Lucas e Bernardo possuem o que podem ser chamados de “Famílias perfeitas”. Mas, quem realmente é perfeito neste mundo de olhares e julgamentos? Qual família tem ausência de defeitos e rupturas que tiram do nível considerado aceitável pela sociedade?

O desenvolvimento da história

Ao leitor cabe conhecer cada história, cada evento, cada família, com suas dores e seus obstáculos. Alguns tão internos que julgá-los seria leviano e superficial. O que dá início ao grande problema da história, a causa que aflige aos personagens, ocorre no dia que Bernardo descobre que seus pais irão mudar de país, fazendo assim com que seu filho também seja parte desta mudança.
Lucas, ciente da notícia, que levaria seu melhor amigo para longe, e ainda sem ter noção do que poderia acontecer, ou sentir, elabora um plano para que fossem as melhores  férias de verão de Bernardo. Passeios, filmes, dias incríveis para realizarem tudo que amavam e compartilhavam. No entanto, algo não percebido ou propositalmente deixado escondido, surge. Um sentimento muito maior que a amizade desponta nos personagens. O que inicialmente seria uma mudança de país o motivo a transformar suas vidas, se transforma em uma mudança de percepção do mundo e de quem são.
Os jovens amigos, estão apaixonados um pelo outro. E no decorrer de 1+1 – A matemática do amor somos convidados a rever ou descobrir, que algumas dúvidas da adolescência são tão impactantes, que podem alterar nossa construção até a fase adulta.

Considerações Finais

No decorrer da história o motivo desta repentina mudança é apresentado, e os leitores descobrem da mesma forma que seu personagem. Um dos pontos altos do livro é relacionado ao pré-julgamento. Assim como qualquer um, sentimos asco quando percebemos que estamos sendo julgados e condenados sem que conheçam o real motivo. Na história, o leitor comete o mesmo erro. isso é, também uma sacada consciente (ou não) dos autores em jogar o leitor numa zona de desconforto, é auto-reflexao. A famigerada mudança possui prazo, em algumas semanas, ao final das férias de verão.
Um livro sensível, simples, simbólico bem escrito, com uma linguagem realista e personagens tão vivos, que temos a sensação de que já vivemos alguns dos percalços dos personagens em algum momento de nossas vidas. Não é apenas um livro com uma temática espefica, um destes rótulos que nossa sociedade insiste em carimbar. É um romance, uma história de amor e respeito. De descobertas e sorrisos, ou lágrimas e um “até logo”.

 

 

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta