Anúncios

Assimetria Poética

Para inaugurar essa nova sessão de resenhas realizadas pelo leitor que escreve este texto, expondo percepções literárias, optei por uma obra nacional. Um livro de poesia, um diário pessoal sobre uma mulher e sua vida.
Assimetria Poética (Lucina Rausch, editora Letramento), meu primeiro livro de poesia, abriu caminho para outras obras, foi o livro que catapultou a curiosidade para um estilo literário nunca lido. Seja por receio ou desconhecimento. Um livro sensível, leve e tão cheio de vida , que faz o leitor um espectador de uma história bela e real.
Com uma escrita simples , Lucina Rausch, conseguiu relatar com toda força e doçura,  a emoção e o viver  em trechos de puro deleite e prazer.
Dividido em micro passagens e definições “Assimetria” encanta com o “kit de sobrevivência” e todos os demais sentimentos expressos até chegarmos ao final do livro imaginando: que bom seria se pudéssemos ler mais algumas obras para nós deliciarmos com a escrita e os sentimentos expostos.  De “Minas Gerais” até “Brasília ” , o convite para seguirmos com esse livro, ocorre em cada verso, cada novo sentido dado ao amontoado destas maravilhosas palavras, cheias de respiração e palpitação.
Não se enganem com a simplicidade da obra, pois é nela que conseguimos abrir aos olhos e perceber que um livro pode ser tão grandioso, mesmo sendo tão minimalista , sendo um sussurro no meio da multidão.
E assim, finalizo entregando em suas mãos a oportunidade de sentir o “coração de quem escreveu …”.
Anúncios

Deixe uma resposta