Deus e o Diabo na terra do Sol

Sinopse: Um vaqueiro chamado Manuel se revolta contra coronel Moraes, o responsável pela exploração de sua região, nesse confronto, Manuel acaba matando o coronel. Perseguido, Manuel acaba fugindo com sua esposa e alia-se aos seguidores de Sebastião, um beato que promete o final de qualquer tipo de sofrimento. Entretanto, quando Rosa presencia a morte de uma criança, a esposa de Manuel, revoltada, mata o beato, mas, existe outro homem matando os seguidores de Sebastião, seu nome, Antônio das Mortes, um matador de aluguel que serve tanto a igreja quanto os latifundiários que querem exterminar todos os seguidores do beato.

 

Por que Deus e o Diabo na Terra do Sol é tão importante?

Durante muitos anos, o cinema brasileiro seguiu uma linha de criação que provavelmente era adotada por diversos criadores, a narrativa griffithiana que recebeu o nome de seu criador, D.W. Griffith que foi considerado pai da narrativa cinematográfica. Mas, eis que, inesperadamente, um jovem de 25 anos chamado Glauber Rocha surge quebrando todas as regras estabelecidas e apresentando algo diferente e ao mesmo tempo, próximo de nossa própria cultura.

Deus e o Diabo na terra do sol não é apenas um filme nacional, mas uma obra de arte desenvolvida por Glauber Rocha que tornou-se um marco do cinema brasileiro. Em termos de oralidade, o filme leva muito em sua natureza, a literatura de cordel, panfletos com poesias rimadas e ritmadas contando a vida do povo nordestino. Glauber bebeu nesse fonte para realizar esse trabalho.

Deus e o Diabo na terra do sol abriu as portas do cinema brasileiro para apresentações internacionais, apresentando o novo cinema de nosso país e ainda, inspirando novos cineastas a seguirem uma linha de narrativa cinematográfica genuinamente brasileira. O filme de Glauber Rocha foi alvo de diversos críticos e tido como revolucionário para a história do Brasil.

 

Quais referências algumas pessoas vêm com Serguei Eisenstein

Há muito tempo atrás, quando a sétima arte estava caminhando para novas tecnologias, alguns diretores, visionários, apostavam em novas técnicas ou até mesmo inventavam novas formas de facilitar ainda mais a produção de seus trabalhos.

De diversos países do exterior, nomes começaram a se tornar conhecidos no meio dos cineastas e, nada mais comum que algumas técnicas e formas de trabalho, foram sendo adotadas por outros, Sergei Eisenstein é um desses mestres do neo-realismo italiano que chamou atenção de Glauber Rocha, o qual foi conhecido por sua montagem poética que ajudou a transformar Deus e o Diabo na terra do sol em uma obra de arte.

 

O que mudou no cinema brasileiro depois do lançamento de Glauber Rocha

Alguns filmes nascem, não somente para fazer história, mas também para revolucionar. Podemos citar um exemplo que foi lançado alguns anos atrás e que revolucionou toda a indústria cinematográfica: Matrix.

Matrix, de início, foi um filme que nenhum estúdio acreditou, a última porta batida foi dos estúdios da Warner que aceitaram o projeto. Outro detalhe foi a negativa de Will Smith para viver o papel de Neo, protagonista desta obra de arte de nosso tempo, bom, sobrou para o Keanu Reeves que ficou imortalizado.

Matrix se tornou um divisor em uma linha de tempo imaginária. Os filmes depois de seu lançamento precisaram ser muito mais do que simples filmes, mas também de qualidade e com efeitos para tornar a experiência ainda mais realista. Isso é bom e também ruim, afinal de contas, o próximo que será lançado no ano que vem será carregado de expectativas.

Mas, mencionei Matrix somente para exemplificar de uma maneira mais clara a importância de um filme mudar toda a trajetória de uma indústria e o filme de Glauber Rocha acabou se tornando um desses marcos de cinema, mas, a nível nacional é claro.

Glauber Rocha tinha um bordão que sempre colocou em prática “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça”.  E foi exatamente isso que trabalhou e apresentou para o mundo que realmente é possível. Por isso, muitos profissionais da área dizem que Glauber Rocha inovou o cinema, sendo um dos ícones do cinema novo.

Mas, infelizmente a trajetória desse artista foi curta, faleceu aos 42 anos vítima de problemas pulmonares.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.