Os Magos

Sim, sou fã de livros que contam histórias sobre magia, afinal cresci lendo Harry Potter (e continuo lendo sempre que dá tempo). Ao ler a sinopse desta história foi impossível nao fazer comparações entre suas histórias, e realmente existe muitas similaridades entre elas, assim como é possível encontrar traços de Senhor dos Anéis e Crônicas de Narnia, e sabe o que foi mais legal durante toda a leitura? O autor não tentou esconder nada disso, inclusive houve algumas passagens onde chegou a brincar com essa questão. Como fã dessas outras obras citadas, geralmente quando encontro algo parecido chego a ficar irritado, desta vez, pude sentir que o autor não se valeu destas obras para atingir o mesmo publico, me senti homenageado.

De repente, ele deu meia volta.

– Espera aí – disse ele – Tenho que buscar minha roupa de quadribol. Digo, meu uniforme. Digo, de balbúrdia.

A história se passa em uma faculdade de magia. Nosso protagonista não passa de um nerd tentando entrar em uma das grandes faculdades do país, apaixonado pela namorada de seu melhor amigo e que passa o tempo fazendo truques de mágica, sem ter noção de que a magia realmente existe. Após um evento traumático, onde encontra o corpo da pessoa responsável por entrevistá-lo para uma faculdade, encontra um envelope com seu nome, ao abri-lo seu conteúdo voa ao vento e ao tentar pega-lo acaba entrando em um terreno baldio que se mostra uma passagem para um local estranho, a faculdade para magos Brakebills, onde após uma estranha sessão de provas acaba sendo aprovado.

Como disse, escola mágica, protagonista vivendo uma vida, digamos mediocre que até o momento em que vai para lá não tinha noção de que magia existia, alguns fenômenos que levam a crer que ele pode ser um grande mago, lembraram de alguma história? Entretanto, deixando as comparações de lado, o que Harry Potter tem de digamos, pureza, Os Magos tem de cenas picantes. Os personagens estão em uma faculdade e tudos os ingredientes que sempre vemos em filmes americanos sobre faculdade se encontram ali, brigas, esportes, drogas e sexo, muito sexo.

A trama a princípio me pareceu complicada, os 5 anos que Quentin passa na faculdade é contado em aproximadamente metade do livro, ou seja, o autor não se ateve a contar sobre a magia e como ela esta relacionada ao mundo real, muito menos em feitiços, durante esse tempo tivemos a oportunidade de conhecer os personagens e a magia é simplesmente um pano de fundo. Alguns mistérios são simplesmente deixados de lado, e durante um bom tempo não voltam a tona dando a impressão que não passa de uma ponta solta que o autor esqueceu de atrelar, entretanto tudo isso tem um significado que, apesar de demorar, nos é apresentado durante a trama em momentos certos.

Os personagens não foram em nenhum momento romantizados, seus defeitos ficam claros logo no princípio e em determinados momentos voce odeia alguém com toda sua força para em outro momento esse alguém se tornar seu personagem favorito. Os dialogos travados, principalmente aqueles mais acalorados, são excepcionais, é falado justamente aquilo que você, leitor, está pensando e gostaria de falar, tive a impressão que fazia parte da história e pude dar um chacoalhões nos personagens.

Definitivamente Os Magos é o tipo de livro que você fã de sobrenatural, fantástico e romance deve ler, a narrativa é fluída e deliciosa. A trama te prende do início ao fim e quando você percebe, o livro chegou ao fim. Por sorte já estou com a continuação em mãos e logo estarei lendo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.