Publicado em Literatura

A Pluma do Diabo

Connie Burns, correspondente de guerra da Reuters, está cobrindo o brutal assassinato, envolvendo tortura e estupro, de cinco mulheres em Serra Leoa. Connie passa a suspeitar que esses assassinatos estejam sendo cometidos por um estrangeiro que se aproveita da anarquia causada pela guerra para sair impune de seus crimes.

Dois anos depois, ao cobrir a guerra do Iraque, Connie reconhece seu suspeito Keith MacKenzie, e tenta de todas as formas denunciá-lo pelos crimes cometidos em Serra Leoa. Até que Connie é sequestrada e mantida em cativeiro por três dias. Terá ela sido sequestrada por terroristas iraquianos ou seu novo inimigo?

Ao ser libertada, Connie não fala nada do ocorrido em seu cativeiro para ninguém. Larga tudo de sua vida anterior e passa a se esconder em Dorset, uma pequena cidade do interior da Inglaterra, com um nome falso, tentando deixar seu horror para trás e esquecer-se dos abusos e humilhações a que foi submetida.

Além dos seus pais, e seu antigo editor a única pessoa com quem Connie mantém contato é Allan Collins, um inspetor de polícia, responsável pela investigação dos crimes cometidos em Freetown, Serra Leoa. Assim Connie descobre que MacKenzie já não se encontra mais em Bagdá e acredita-se estar na Inglaterra, provavelmente, à sua procura.

Connie passa a viver então na Casa Barton, uma casa cheia de mistérios que servem como uma trama secundária. Connie passa a se envolver com as pessoas da cidade. Ele faz uma improvável amizade com Jesse, uma mulher reclusa e difícil que teve sua família morta em um acidente anos antes e vive cercada por seus mastins. Ela conhece também Madeleine, filha da dona da casa Barton e inimiga declarada de Jess. Além das duas, Connie também é apresentada a Peter, um médico local que também tenta ajudá-la e acaba ficando no meio das brigas de Jess e Madeleine.

É em Dorset, em meio aos seus constantes ataques de pânico que descobrindo o que aconteceu com Connie em Bagdá. Descobrimos que ela foi mantida em uma jaula, que era aterrorizada por cães e que cada humilhação a que foi submetida foi gravada. Ao descobrir que seus pais estão recebendo uma série de telefonemas misteriosos em Londres, Connie vê-se aterrorizada com a ideia de ser MacKenzie e percebe que o confronto com seu carrasco está cada vez mais próximo. Como ela reagirá quando finalmente enfrentar seu pior pesadelo?

Minette Walters nos presenteia com um thriller psicológico que nos envolve desde a primeira página. Faz com que nos identifiquemos com o medo de sua protagonista, principalmente por trazer temas atuais e realísticos. Sofremos junto com Connie, pois é impossível não se sentir em seu lugar devido à narração adotada no livro. A Pluma do Diabo possui uma trama complexa, original e com bastante suspense que nos envolve e nos faz sentir como sua personagem. Uma ótima leitura que recomendo a todos.

A Pluma do Diabo será lançado pela editora Bertrand Brasil e faz parte da Coleção Negra. O livro começará a ser distribuído ainda essa semana.

Por Coolture News

Autor:

Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s