Home>Biografia>Quem foi Noel Rosa

Quem foi Noel Rosa

Um dos maiores nomes da música brasileira, Noel Rosa escreveu centenas de canções que ficaram eternizadas na memória do país

 

Noel Rosa foi um cantor, compositor e violonista brasileiro, considerado um dos mais importantes da história da música nacional. Em pouco tempo vivo ele compôs mais de 300 canções, que iam dos sambas até as marchinhas.

Entre os seus maiores sucessos podemos citar as canções “Com Que Roupa”, “Feitiço da Vila e Fita Amarela” e “Conversa de Botequim”. Ele ficou popularmente conhecido como “O Poeta da Vila”, por causa da sua natalidade, que foi em Vila Isabel. Confira um pouco mais sobre a sua trajetória.

 

Infância e adolescência

Noel Medeiros Rosa, nome completo do “Poeta da Vila”, nasceu no bairro Vila Isabel, no Rio de Janeiro, em 11 de dezembro de 1910. O apelido de Poeta da Vila vem exatamente do seu local de origem.

Ele era filho de um comerciante local, Manuel Medeiros Rosa, e de uma professora chamada Marta de Medeiros Rosa. Ele nasceu marcado por um fórceps que acabou lhe fraturado o maxilar, resultando em um afundamento bastante característico. Além disso, acabou tendo uma paralisia parcial no lado direito da sua face.

Na primeira guerra o comércio do seu pai faliu, fazendo com que Manuel se mudasse para o interior de São Paulo para trabalhar em fazendas de café. A sua mãe abriu uma escolinha, que era o Externato Santa Rita de Cássia.

Foi operado aos 6 anos, mas seu queixo não teve melhora. E depois de 6 anos fez nova cirurgia, mas não tinha mais jeito. O queixo afundado era a sua caracterísitica física mais marcante.

Esse seu “defeito” acabou sendo muito motivo para bullying, e isso foi uma parte bem difícil na vida de Noel. Ainda acedo aprendeu a tocar bandolim, e isso foi algo importante em sue tempo de colégio.

Foi evoluindo musicalmente, dominando alguns outros instrumentos de corda. Ele e o seu irmão, Hélio Rosa, que também cantava, receberam a fama de “Músicos da Vila Isabel”. Apesar de amar a música, decidiu cursar medicina quando fez 20 anos, mas decidiu abandonar depois de dois anos para se dedicar a música e, claro, a boemia.

 

Carreira musical

No ano de 1929, juntamente com os músicos Braguinha, Almirante, Henrique Brito, Henrique Domingos e Alvinho ele formou o conjunto musical “Bano de Tangarás”. Foi no mesmo ano que eles gravaram o primeiro disco, que no início era muito influenciado pela música sertaneja (acredite se quiser).

O Bando de Tangarás fez sucesso nos teatros, cinemas e rádios. Paralela a música, Noel entrou para a faculdade de medicina, mas ele quase não frequentava as aulas focando apenas na música. Por isso que, ainda como estudante, ele gravou mais de vinte canções.

Mesmo com a voz considerada fraca ele cantava. Trabalhou em rádios e começou a fazer bastante sucesso. Passando a ser mais admirado nacionalmente, Noel Rose começou a fazer parcerias com outros artistas, além de ser convidado para vários conjuntos musicais.

 

Casamento e morte

No ano de 1934 Noel Rosa se casou com uma moça sergipana chamada Lindaura. Porém a sua vida de boêmio fez com que ele tivesse muitas amantes, passando as noites pelos cabarés da Lapa.

Tendo em vista isso, Lindaura decidiu trabalhar fora e abandonou Noel. Foi a partir deste término que ele compôs o samba “Você Vai se Quiser.” Mesmo com a vida amorosa a ruínas, Noel continuou a sua vida, até que em 1935 foi acometido de uma tuberculose.

O músico precisou ir para Belo Horizonte para se tratar. Retornando ao Rio de Janeiro, tinha muito trabalho para fazer e, achando ele que estava curado, decidiu retornar para a vida de boêmio. Nesse período começaram a surgir os primeiros filmes musicais do Brasil, onde a sua música foi incluída na obra “Alô, Alô, Carnaval”, de 1936. Se mudou para Nova Friburgo nesse período em busca de novos ares, mas a sua saúde continuava a piorar.

Foi aí que, no dia 4 de maio de 1937, Noel Rosa nos deixou. Ele morreu na sua casa, na sua Vila Isabel, em decorrência da sua tuberculose. Noel Rosa deixou um legado eterno para a música brasileira, sendo até hoje o único “Poeta da Vila” existente.

Aproveite para relembrar algumas das músicas de Noel Rosa.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta