Home>Principal>Jean-Pierre Jeunet

Jean-Pierre Jeunet

 

 

Jean-Pierre Jeunet é um cineasta e roteirista francês que chamou atenção do mundo com seu olhar peculiar e único, algo que podemos observar em uma de suas obras mais famosas, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, que conta com fãs espalhados pelo mundo inteiro.

 

Segundo o próprio diretor, o sucesso deste filme superou todas suas expectativas, aliás, colocando em perspectiva, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain acabou se transformando para o diretor, seu próprio fantasma, depois desse filme, todos os demais passaram a ser comparados com ele.

 

Os filmes de Jean-Pierre Jeunet tem uma particularidade que acabou se tornando marca registrada do cineasta, geralmente seus filmes é uma mistura da realidade cotidiana com o mundo fantástico e com algumas pitadas de humor infantil, esse tempero, garantem as suas obras uma marca registrada de sua direção.

 

Até mesmo em Alien Ressurrection, podemos perceber alguns toques de sua genialidade, entretanto, segundo o próprio diretor, trabalhar com Hollywood foi uma experiência desanimadora pelo fato do diretor não poder ter total liberdade para trabalhar.

 

Vida e obra: 

 

A paixão pelo cinema sempre existiu no coração desse cineasta nascido em Roanne, Loire, França. Seu primeiro investimento em sua carreira aconteceu aos 17 anos, ao comprar sua primeira câmera. Na época, Jean estudava animação na Cinémation Studios. Foi nesse período que conheceu Marc Caro, artista e designer que acabou se tornando amigo e parceiro de longa data.

 

Essa parceria de sucesso garantiu os primeiros passos do diretor em questão no mundo da Sétima Arte. Entre curtas e filmes de ação, Jeunet e Caro, começaram a chamar atenção com suas obras, comerciais e também com vídeos musicais. 

 

Seu primeiro longa-metragem foi lançado em 1991 e, pela ideia e teor, chamou atenção da crítica especializada. Delicatessen, conta a história de moradores de um prédio construído em cima de um delicatessen que é gerenciado por um açougueiro que… Bom, não vou falar, recomendo você assistir para descobrir, com certeza, não vai se arrepender.

 

Quatro anos depois, em 1995, Jean-Pierre Jeunet nos presenteia com outra obra de qualidade envolvendo dois universos diferentes em um só. Em A Cidade das Crianças Perdidas, acompanhamos a vida de um cineasta louco que, para viver eternamente, precisa roubar os sonhos de crianças.

 

Em 1997, foi convidado para dirigir um dos filmes da série Alien e, apesar de sentir-se orgulhoso pelo convite, Jeunet não guarda boas lembranças do método de trabalho, afinal, infelizmente, não tinha liberdade para trabalhar como fazia em seus próprios filmes.

 

E no ano de 2001, Jeunet realiza seu filme mais famoso e querido, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain. O filme conta com todas as características que destacaram o cineasta, porém, nesse filme, decidiu incluir mais alguns elementos, como por exemplo, elementos românticos e da comédia. Algo que resultou em um filme aclamado pela crítica e pelo público, responsável por vários prêmios e indicações.

 

Em 2004 foi a vez de Um Longo Domingo de Noivado, protagonizado pela estrela de seu filme anterior, Audrey Tautou e ainda, com Gaspard Ulliel e Jodie Foster. O filme conta a história de uma mulher que busca o marido desaparecido após a Primeira Guerra Mundial.

 

Em 2009, o diretor lança, MicMacs: Uma brilhante confusão e realiza diversos anúncios, entre eles, um para o Chanel Nº 5 protagonizado por Audrey Tautou. Em 2013, é a vez da adaptação de outro livro, The Selected Worjs of T. Spivet, de Reif Larsen.

 

Filmografia 

1978: L’évasion

1981: Le bunker de la dernière rafale (curta-metragem de 26 minutos, realizado em parceria com Marc Caro)

1984: Pas de repos pour Billy Brakko (curta-metragem de 5 minutos)

1989: Foutaises (curta-metragem de 8 minutos)

1991: Delicatessen (realizado em parceria com Marc Caro)

1995: La cité des enfants perdus (realizado em parceria com Marc Caro)

1997: Alien Resurrection

2001 : O Fabuloso Destino de Amélie Poulain 

2004: Um Longo Domingo de Noivado

2009: MicMacs: Uma brilhante confusão

2013: The Young and Prodigious Spivet

 

Prêmios

Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Argumento Original, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” (2001).

Recebeu uma nomeação ao BAFTA de Melhor Realizador, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001).

Recebeu três nomeações ao BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, por Delicatessen (1991), “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001) e ” Um Longo Domingo de Noivado ” (2004).

Ganhou o BAFTA de Melhor Argumento Original, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001).

Recebeu duas nomeações ao César de melhor filme, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001) e ” Um Longo Domingo de Noivado ” (2004). Venceu por “Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain”.

Recebeu duas nomeações ao César de Melhor Realizador, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001) e ” Um Longo Domingo de Noivado ” (2004). Venceu por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain “.

Recebeu três nomeações ao César de Melhor Argumento, por “Delicatessen” (1991), “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001) e ” Um Longo Domingo de Noivado ” (2004). Venceu por “Delicatessen”.

Ganhou o César de Melhor Filme de Estreia, por “Delicatessen” (1991).

Ganhou dois Césares de Melhor Curta-Metragem, por “Le Manége” (1980) e “Foutaises” (1989).

Recebeu duas nomeações aos Prémios do Cinema Europeu de Melhor Realizador, por O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001) e ” Um Longo Domingo de Noivado ” (2004). Venceu por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain “.

Recebeu duas nomeações ao Independent Spirit Awards de Melhor Filme Estrangeiro, por “La Cité des enfants perdus” (1995) e “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001). Venceu por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain “.

Ganhou o Prémio do Cinema Europeu de melhor realizador – Voto Popular, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001).

Ganhou o Goya de Melhor Filme Europeu, por “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ” (2001).

Assinatura

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta