Quem foi Dr Seuss?

Um dos mais importantes escritores infantis de todos os tempos, Dr Seuss transformou a literatura infantil norte americana 

 

Theodor Seuss Geisel, mais conhecido como Dr. Seuss, foi um escritor e ilustrador estadunidense, muito conhecido por suas obras para  o público infantil.

Dr. Seuss é uma das maiores referências quando o assunto é livros infantis. Com mais de 45 obras publicadas em sua autoria, Dr. Seuss tem um legado indiscutível na cultura norte-americana Confira um pouco sobre a carreira e trajetória de vida desse escritor. 

 

Os primeiros anos de Dr. Seuss

Dr. Seuss nasceu em Springfield, em Massachusetts, no dia 2 de março de 1904. Ele era filho de Theodor Robert Geisel, um homem que ajudava a administrar a cervejaria do seu pai. No ano de 1909, Theodor Robert foi nomeado para o Springfield Park Board, excelente oportunidade para a família Geisel.

Theodor Seuss acompanhou o seu pai para conseguir olhar o zoológico de Springfield. Ele levava sempre um seu bloco com desenhos e lápis para poder rabiscar os animais que via. 

Geisel sempre se encontrava com o bonde de seu pai ao fim de cada dia e conseguia a página dos quadrinhos cheia de humor excêntrico do Boston American.

Esse período foi essencial na carreira de Dr. Seuss, fazendo com que ele despertasse, mesmo que em seu inconsciente, o interesse pela arte e leitura..

Ainda que esse contato com seu pai tenha influenciado o artista a gostar de desenho, o Dr. Seuss indicou que a sua mãe, Henrietta Seuss Geisel, tenha sido responsável maior influência na sua técnica na escrita. 

 

Primeira Guerra Mundial

Ainda na sua infância, durante a primeira guerra mundial, os colegas de Geisel o provocavam por ele ter descendência alemã. Isso fez com que ele sempre se empenhasse a provar o seu patriotismo estadunidense.

Ele se empenhou para vender os títulos de guerra dos Estados Unidos, junto aos escoteiros, e conseguiu o feito. Porém, quando o presidente Theodore Roosevelt foi a Springfield para entregar medalhas aos grandes vendedores dos títulos de guerra, Geisel acabou sendo excluído. 

Isso fez com que o escritor desenvolvesse um problema de comunicação para o resto de sua vida. Outro fato marcante na sua família foi quando, em 1919, a Lei Seca se tornou vigente nos Estados Unidos, forçando a falência da cervejaria de sua família e deixando todos em situação insegura economicamente.

 

Carreira

Geisel se mudou para Oxford para fazer faculdade, e lá viveu situações inusitadas antes de começar a sua carreira. Antes de partir, o seu pai publicou em um jornal a felicidade do seu filho partir para a universidade de língua inglesa mais tradicional do mundo.

Porém, Geisel não conseguiu a bolsa, e seu pai pagou as mensalidades para não ter constrangimentos. Ele não se deu bem em Oxford e, depois de 1 ano, viajou 8 meses pela a europa se perguntando que tipo de emprego ele conseguiria com desenhos.

Ao voltar para os Estados Unidos, Geisel conseguiu alguns trabalhos como freelancer com alguns desenhos no  Saturday Evening Post . O escritor assinava o seu trabalho como “Dr. Theophrastus Seuss ”e, depois, encurtou para“ Dr. Seuss. ”, fazendo dele o seu pseudônimo permanente.

Com seus 23 anos, Dr. Seus finalmente conseguiu um emprego e atuou como cartunista na revista Judge, de Nova York. Ele recebia 75 dólares por semana e conseguiu se casar com a sua namorada Helen Palmer, que conheceu ainda em Oxford, e responsável por incentivá-lo a trabalhar com desenhos.

Esse trabalho de Geisel incluía desenhos animados e os anúncios com as suas criaturas malucas. Felizmente, quando a Judge fechou, uma marca de inseticida contratou o Dr. Seuss para continuar desenhando os seus anúncios, e o pagou 12 mil dólares por ano.

Nesse período de carreira publicitária, Dr. Seuss também começou a dar seus primeiros passos como escritor e ilustrador de livros infantis, que fez dele um artista consagrado.

Primeira obra

A obra “Uma história que ninguém pode superar para pensar que eu vi na rua Mulberry” foi a sua primeira publicação para o público infantil, que recebeu excelentes críticas graças a sua originalidade.

Ao longo de sua carreira, todos os seus livros eram vistos como obras para ajudar crianças no processo de leitura, mas boa parte de suas obras continham opinião de Geisel a respeito de temas polêmicos.

Durante a segunda guerra, por exemplo, Geisel foi convocado para o exército. Durante esse período, ficou responsável pela informação e educação, onde ele desenvolveu diversos filmes animados para militares que, logo depois da guerra, chegaram ao público.

 

Morte e Legado

O livro”Oh, the Places You Go” lançado em 1990, se fez presente na lista das obras mais vendidas do The New York Times. Esse foi o último publicado pelo Dr. Seuss e esteve na lista por mais de dois anos.

Somente um ano depois da publicação do seu último livro, Dr. Seuss faleceu aos 87 anos, depois de lutar contra um câncer na garganta.

O fascínio dos personagens e pelas palavras tolas que Geisel tinha ainda continua. Mesmo que muitas obras do Dr. Seuss tenham se tornado clássicos das crianças, o seu legado se faz presente ainda nos filmes, mercadorias, animações e até mesmo em um parque temático na Flórida.

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta