Home>noticias-corporativas>Inglês para negócios cresce como tendência, diz relatório

Inglês para negócios cresce como tendência, diz relatório

São Paulo, SP 10/6/2021 – Entre os mercados com maior tendência de crescimento está o da América do Sul.

Crescimento estimado em US$ 26,2 bi no mercado estimula escolas a oferecerem cursos na área, por vezes até gratuitamente

Inglês corporativo, inglês instrumental, inglês profissional ou, simplesmente, business English: são muitos os nomes para o ensino de inglês especificamente voltado para a área de negócios. O nome importa menos do que suas perspectivas de crescimento. Estima-se um aquecimento de US$ 26,2 bilhões nesse mercado no intervalo entre 2020 e 2024, segundo o relatório Global Business English Language Training Market 2020-2024, publicado em julho de 2020 pela analista de mercado Technavio. A demanda crescente por cursos especializados de inglês voltados para a área de negócios vem, desde o ano passado, estimulando escolas e prestadores de serviços a oferecerem aulas personalizadas para atender às necessidades específicas de cada setor. E a análise indicou que entre os mercados com maior tendência de crescimento está o da América do Sul.

Segundo o relatório, o mercado também deve se fragmentar cada vez mais, com a oferta de aulas de inglês cada vez mais especializadas e focadas nas necessidades do usuário final. A Pearson, por exemplo, passou a promover cursos de inglês voltados às áreas de finanças, construção civil, tecnologia da informação e indústria petrolífera.

Outra tendência que veio para ficar, de acordo com a Technavio, é a adoção do m-learningmobile learning. Trata-se de ensino por meio de plataformas móveis, como celulares e tablets. Isso indica que a demanda por cursos de inglês on-line, que cresceu durante a pandemia com as restrições ao ensino presencial, só tende a aumentar. Desde o início de 2020, a procura por cursos de inglês on-line aumentou 130%.

Diante desse cenário, as escolas vêm investindo no ensino de idiomas on-line, ampliando sua participação nesse setor no Brasil. Porém, além disso, é necessário atender às demandas de um público cada vez mais especializado, que não tem tempo a perder para conquistar a proficiência em inglês e deseja ter aulas voltadas para a comunicação empresarial. Aí é que entram escolas que estão há menos tempo no mercado, mas cujo potencial de inovação é grande justamente por poderem ter mais agilidade para acompanhar tendências.

É o caso, por exemplo, da EAC Personnalité, presente em 15 países e especializada em inglês por imersão on-line absolutamente personalizado: não há grupos e as aulas são sempre particulares. Alinhada com a guinada de inglês instrumental, além dos conteúdos tradicionais a escola oferece aos seus alunos um módulo gratuito de business English, chamado de Business Interaction. A ideia é oferecer capacitação ao aluno em comunicações corporativas em diversas situações profissionais, como reuniões, calls, videoconferências, negociações e gerenciamento de clientes. Essa abordagem prática é, segundo a IATEFL, instituição voltada ao treinamento de professores de business English, o melhor caminho para ajudar na aprendizagem efetiva, uma vez que integra tanto os aspectos linguísticos quanto os comportamentais da competência comunicativa.

Para saber mais:

EAC Personnalité

http://www.eacprime.com

Website: http://www.eacprime.com

Deixe uma resposta