Home>Principal>Entenda o que é Fábula

Entenda o que é Fábula

Uma das leituras mais conhecidas, e também, uma das primeiras a serem apresentadas às crianças, as fábulas trazem narrativas com lições preciosas para o ser humano viver em sociedade

 

As fábulas são basicamente os textos ficcionais onde os personagens, em boa parte das vezes, são animais com características humanas, ou que se comunicam como humanos. 

Outra característica interessante desse gênero é que praticamente (e quase sempre) ele apresenta algum tipo de ensinamento moral, e faz alusão a certos comportamentos da sociedade por meio das construções metafóricas e simbólicas. 

Dessa maneira, os animais, que são metaforizados a partir das condutas de humanos, representam os nossos vícios e virtudes. Eles são usados para interpretar seres humanos em um mundo de fantasia

Inclusive, muitas das vezes as fábulas são usadas para se referir a pessoas reais mas que não podem saber que são elas. Isso já foi feito muitas vezes no passado, e até hoje pode ser usado dessa maneira.

A importância dessas fábulas na formação moral de sociedades é tanta que, no período da Idade Média, as lições morais dos textos eram copiadas com as letras vermelhas ou douradas, para dar destaque aos tipos de comportamentos considerados “corretos” ou “errados”.

 

Características da fábula

As fábulas se configuram como uma estrutura que necessita apresentar o processo de alguma fabulação ou afabulação. Ou seja, uma manifestação da moral que esse texto procura transmitir para o leitor. Para que esse efeito seja bem estabelecido, as fábulas possuem algumas características relevantes. Confira algumas delas:

 

  • Essa narrativa tem que ser alegórica e também pode ser escrita em verso ou prosa
  • Os animais tem que apresentar comportamentos antropomórficos, ou seja, comportamentos de seres humanos.
  • As virtudes, defeitos e as qualidades do caráter dos seres humanos também são representados por meio do comportamento dos animais da fábul.
  • Pode ter múltiplas temáticas, como por exemplo a vitória da inteligência sobre a ignorância.
  • Tem manifestação dos “personagens tipo”, pois esses personagens representam as atitudes de um conjunto de pessoas. Por exemplo, a formiga pode representar pessoas trabalhadoras; a cigarra pode representar pessoas irresponsáveis, etc..
  • Tem uma lição moral no final da história.

 

Enfim, são diversas as características e traços de uma fábula. Portanto, é preciso se atentar a isso quando ler e quando for escrever uma fábula. E falando em escrever, existem além dos traços a estrutura de uma fábula.

Geralmente os textos literários possuem uma estrutura padrão, que precisa ser respeitada para uma boa elaboração. Portanto, confira a estrutura das fábricas e como elas funcionam.

 

Estrutura da fábula

Mesmo que as fábulas costumem transitar pelos gêneros literários, elas se tratam de um texto pequeno onde todos os personagens estabelecem certos tipos de reflexões acerca de alguma pauta moral.

Pode se usar de inúmeras figuras de linguagem, porém é necessário sempre selecionar os personagens inanimados ou até mesmo os animais para dar um norte ao enredo. Confira a seguir os principais elementos para a estrutura de uma fábula: 

  • Narrador: ele pode estar na terceira ou na primeira pessoa. A manifestação do narrador em 3ª pessoa costuma ser mais comum nas fábulas. Vale lembrar que o narrador não é a mesma coisa que autor.
  • Personagens: animais de comportamentos humanos, ou seja, antropomorfização, falam e até mesmo se vestem como seres humanos, mas continuam sendo animais.
  • Tempo e espaço: na boa parte das fábulas, o tempo é cronológico. O espaço normalmente costuma ser mais manifestado por meio das florestas, dos bosques etc.
  • Moral: as fábulas podem ser estruturadas em verso ou até mesmo em prosa. Mas lembre- se: é necessário apresentar uma moral, explícita ou implicitamente.

 

E sim, é necessário seguir essa estrutura para que o texto se caracterize como uma fábula. Ele precisa seguir essas regras para se encaixar nesse tipo de gênero literário. Porém, não é necessário ser padrão. Existem inúmeros exemplos de fábula e cada um possui suas características próprias. São elas:

  • A cigarra e a formiga
  • A lebre e a tartaruga
  • A rã e o touro
  • A raposa e o corvo
  • O leão e o rato
  • O Galo e a Pérola
  • O Lobo e o Cordeiro
  • O Lobo e as Ovelhas
  • O Rei dos Macacos e dois Homens
  • A Andorinha e as outras Aves
  • O Rato e a Rã
  • O Ladrão e o Cão de Guarda
  • O Cão e a Ovelha
  • O Cão e a Carne
  • A Mosca em cima do carro
  • O Cão e a Máscara
  • O Leão, a Vaca, a Cabra e a Ovelha

 

 

Luciana
Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe uma resposta