Home>Cultura>Música>Escuta só>A Biografia de Billie Eilish

A Biografia de Billie Eilish

Billie Eilish é uma cantora e compositora estadunidense que surgiu na cena da música em 2016, se tornando rapidamente um fenômeno. O seu disco de estreia conseguiu ter quatro indicações para os principais prêmios do Grammy, e acabou levando o posto de artista mais jovem a conquistar todas de uma única vez.

Como se ainda não bastasse, todo o sucesso da música “Bad Guy” fez com que Billie Eilish se tornasse a única artista que nasceu em 2000 a conseguir colocar um single em número 1 nas paradas dos Estados Unidos. Billie Eilish se destaca por trazer músicas com versos sombrios, irônicos e intrigantes, e tão nova ainda continua contribuindo muito para a indústria. Confira mais detalhes sobre a carreira desse fenômeno musical.

 

Juventude

Billie Eilish nasceu no dia 18 de dezembro de 2001, na cidade de Los Angeles. O Seu nome completo é Eilish Pirate Baird O’Connel, e ela é filha de dois artistas: Patrick O’Connell e Maggie Baird. A cantora foi educada na sua própria casa e entrou no mundo da música com 8 anos, fazendo parte do Coro Infantil de LA.

Com 11 anos, ela começou a criar as suas primeiras músicas junto com o seu irmão Finneas O’Connell, que era mais velho e, portanto, tinha um pouco mais de experiência com música. Em uma entrevista, Billie Eilish falou: “Eu sempre cantei, a vida toda. Eu cantava tanto que a minha família precisava mandar eu ficar calada”.

 

Primeiros passos na música

Os dois irmãos sempre foram parceiros na música, e essa dupla acabou rendendo o primeiro sucesso de Billie Eilish: a música “Ocean Eyes”, que foi escrita pelo Finneas e gravada por Billie, que naquele tempo tinha somente 14 anos. A cantora colocou a canção na plataforma SoundCloud no ano de 2016 e logo a música acabou viralizando, atingindo milhares de pessoas ao redor do mundo.

A cantora continuou lançando os seus singles e teve até uma música dentro da trilha sonora da primeira temporada da série 13 Reasons Why, que foi a música “Bored”. Esses singles tiveram como resultado o EP “Don’t Smile At Me”, e foi lançado no ano de 2017, e isso colocou Billie Eilish no radar das novidades, sendo adicionada pela Apple Music em uma seleção de músicos promissores. Tudo isso fez com que Billie Eilish tivesse sucesso antes mesmo de estrear o seu álbum.

 

Artista revelação

2018 foi um ano muito produtivo para Billie Eilish: ela fez uma turnê intitulada Where’s My Mind Tour, e lançou um vinil especial com a versão em acústico da música Party Favor, além de um cover da música Hotline Bling, do Drake.

Billie Eilish ainda lançou uma canção em parceria com o Khalid, chamada Lovely, que fez parte da segunda temporada da série 13 Reasons Why. A cantora continuou lançando alguns singles, como foi a música “You Should See Me In a Crown” por exemplo. O título foi inspirado em um diálogo da série Sherlock, e esteve dentro da trilha sonora do game FIFA 19.

 

O álbum de estreia de Billie Eilish

Em 2019, no mês de março, BilliE Eilish finalmente lançou o seu primeiro álbum, o tão aguardado “When We All Fall Asleep Where Do We Go?”. Esse álbum foi composto por ela e pelo seu irmão, sendo o álbum todo produzido por Finneas e gravado em um estúdio caseiro da dupla, localizado em Highland Park.

Com uma sonoridade misturando influências do rock, industrial, pop, art pop, hip hop, electro-pop e avant-pop sem eliminar a identidade própria, o CD aborda os temas comuns da juventude e já estreou figurando no topo da Billboard 200.

Esse feito fez com que Billie Eilish se tornasse a primeira artista nascida em 200 a possuir um álbum dentro do topo das paradas estadunidenses. Ela também foi a mulher mais jovem a ganhar o número um das paradas do Reino Unido com esse álbum de estreia.

Tudo isso só confirmava que ela era mesmo um novo fenômeno. Ela ainda s e tornou a artista feminina que conseguiu colocar mais músicas de forma simultânea dentro do Hot 100, com nada mais nada menos que 14 faixas, quebrando um recorde.

 

Premiações de Billie Eilish

Depois do lançamento do álbum, a cantora foi indicada para seis prêmios do Grammy, incluindo quatro categorias entre as principais: Música e gravação do ano, com a canção Bad Guy, além de álbum do ano e o prêmio de melhor revelação. Billie ganhou todas essas quatro, se tornando a primeira artista mulher e a artista mais jovem a ganhar os prêmio na mesma edição.

E esse sucesso não para aí, pois dentre os prêmios recebidos por Billie Eilish, estão a de Mulher do Ano pela Billboard, três MTV Video Music Awards, dois American Music Awards, dois Guinness World Records, um Brit Award e cinco Grammy. Isso só enfatiza o fenômeno que é essa jovem cantora.

 

Colaborador Beco das Palavras
Os textos publicados aqui são produzidos pelo colaborador que assina cada artigo, sob supervisão e revisão de Luciana Assunção.

Deixe uma resposta