Publicado em Coleção Feios, Literatura, Literatura Infanto-Juvenil

Perfeitos

No livro Feios (primeiro livro da série com o mesmo título, ed. Record) conhecemos um planeta Terra onde as pessoas tiveram que mudar seus hábitos de consumo. Com as mudanças, as pessoas resolveram exterminar problemas sociais recorrentes nas sociedades e que prejudicaram muitos como preconceito por cor, peso e formas do corpo. Tudo se resolveu com apenas uma cirurgia onde descobrimos um mundo “perfeito”.

Mas para Tally, esse mundo veio abaixo ao conhecer os Enfumaçados, um grupo de pessoas que não deseja fazer a cirurgia e se manter como é: preservando suas características e pensamentos. Após anos sonhando com o grande dia de sua mudança, Tally descobre a verdade que o Governo esconde dos cidadãos, mas acaba decidindo aceitar a cirurgia para testar uma possível cura e tentar corrigir seu erro.

Em Perfeitos (Scott Westefeld, Ed Record), Tally agora é uma jovem bela recém-operada que vive com seus novos amigos em festas e brincadeiras. Mas logo o passado na Fumaça retorna e ela precisa decidir: irá tomar os remédios para buscar uma cura ou irá ignorar seu passado e viver sua nova vida?

Na segunda parte da série, veremos a que ponto o desespero pode fazer com que as pessoas. Enquanto Tally luta para manter as lembranças que possui, entra em conflito com seus sentimentos e tenta de todas as maneiras ajudar seus amigos. Já Shay parece não aceitar que a amiga divida sua vida com outros e mostra um lado mais sombrio do que nunca.

Neste livro ao autor começa a abordar mais o comportamento das pessoas. O segredo da história já foi revelado em Feios. A personalidade do ser humano é algo que nenhuma cirurgia mudará, e na história percebemos que as personagens possuem personalidades bem distintas. Isso enriqueceu o texto e fez a história se tornar interessante, principalmente aqueles que conheceremos somente neste livro.

O texto mantém o ritmo do primeiro. Não é monótono e a leitura é feita com tranqüilidade. Nessa parte da série, a determinação de se sentir como antes da cirurgia nos mostrará até que ponto o ser humano pode imaginar maneiras de se lutar contra um sistema. Se no primeiro livro foi questionado a liberdade, em Perfeitos veremos a luta que algumas pessoas farão para tê-la, e isso faz o livro valer a pena.

Autor:

Uma jovem que estuda, trabalha e respira literatura. E sempre que possível está aqui para dar dicas de livros via internet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s